14 Lugares imperdíveis em Lanzarote

Será que o verão vai chegar?! Se está farto de esperar por ele (como nós!), pode ser tentado a aquecer-se nas belas Ilhas Canárias; a apenas três horas de avião de Espanha, estas ilhas têm o clima perfeito e as suas paisagens vão deixá-lo sem fôlego. Se também está à procura de uma ilha onde possa desfrutar de paisagens únicas e de alguns dias de relaxamento, Lanzarote é a opção perfeita.

Já tinha visitado Lanzarote em criança com a minha família e tinha memórias de terras áridas e dias de tédio. Mas os meus pensamentos de então devem ter sido manchados pelas minhas hormonas de adolescente rabugento, pois agora Lanzarote encanta-me com as suas paisagens deslumbrantes. Se quiser descobrir os melhores sítios para visitar em Lanzarote, aqui estão as minhas recomendações honestas.

Lanzarote

A melhor maneira de aproveitar ao máximo a sua viagem a Lanzarote é alugar um carro para se deslocar pela ilha, uma vez que os transportes públicos não são muito bons e, além disso, alguns locais da lista não podem ser alcançados por transportes públicos. Os preços de aluguer são muito razoáveis, as estradas são boas e não há muito trânsito para além de Arrecife, a principal cidade de Lanzarote. Além disso, quem é que não gosta de uma boa viagem de carro?

1. El Mirador del Río – Miradouro do rio

El Mirador del Río é um miradouro espantoso – um pedaço de beleza natural modificado por Cesar Manrique, um artista das Canárias que é considerado um herói na ilha. As fotografias não lhe fazem justiça! Tem de o ir ver!
A entrada para o miradouro custa 5 €, mas se quiser poupar também pode caminhar alguns metros para a direita através de um pequeno caminho para desfrutar da mesma (ou ainda melhor!) vista sem as multidões. A partir desse ponto, pode ver La Graciosa (uma ilha diferente) e, se o dia estiver claro, pode ver ainda mais ilhas que formam o arquipélago de Chinijo. As vistas são muito impressionantes, mas lembre-se de levar um cachecol consigo, pois o vento em Lanzarote é constante, e no alto do El Mirador del Río pode ficar muito ventoso!

Sshh!... This is a secret

Discover the "next hot backpacker destination" this 2024.

Just so you know, we will be able to see if you open our emails to help us monitor the success of our marketing campaigns. You will find further details in our data protection notice.

Places to visit in Lanzarote - El Mirador del Río

2. Los Jameos del Agua – As Grutas da Água

Los Jameos del Agua é uma série de impressionantes grutas de lava situadas na cidade de Haría. Um “jameo” é um buraco na terra que é criado quando o teto de um tubo vulcânico se desmorona. Los Jameos faz parte de um tubo vulcânico que teve origem na erupção do vulcão ‘La Corona’. A maravilha natural foi modificada pelo artista local Manrique e transformada num centro de arte, cultura e turismo. Em Los Jameos del Agua encontram-se três buracos, o “Jameo pequeno”, o “Jameo grande” e o “Jameo da caçarola”, os quais foram modificados por Manrique para criar um espaço onde o homem e a natureza se conjugam de forma surpreendente. Atualmente, Jameos del Agua é composto por um lago de sal subterrâneo, um restaurante, jardins, uma piscina verde-esmeralda, um museu e um auditório. DICA: Aos sábados, pode assistir a concertos de “Timple”, um som local. Também é possível ver os “caranguejos cegos”, uma espécie endémica única de Lanzarote.

3. Cuevas de los Verdes – Grutas dos Verdes

As Cuevas de los Verdes estão ligadas a Los Jameos; um túnel de origem vulcânica com mais de um quilómetro de comprimento. É possível fazer uma visita guiada de cerca de 50 minutos, onde se pode apreciar a espetacular paisagem das grutas e conhecer a mitologia e as lendas que as rodeiam. É um passeio que não esquecerás. Quantas vezes é que se passa por um túnel criado pela explosão de um vulcão?!

4. La Graciosa

Se tivesse de escolher apenas um sítio para visitar em Lanzarote, seria, sem dúvida, a ilha de La Graciosa. Esta pequena ilha faz parte do Arquipélago Chinijo e tem uma população de apenas 700 habitantes! As suas costas arenosas vulcânicas são simplesmente lindas, e serás mimado por praias de areia branca com águas cristalinas e vistas de montanhas cor de mostarda. Pode visitar a ilha apanhando um ferry de Orzola, em Lanzarote, que demora cerca de 35 minutos e sai de hora a hora. Uma vez em La Graciosa, pode fazer os percursos a pé ou alugar uma bicicleta para chegar à praia chamada “Las Conchas”, que na minha opinião é uma das praias mais bonitas.

La Graciosa

La Graciosa

5. Haría e a casa de Manrique

Se és do tipo de pessoa que adora explorar pequenas cidades, não podes perder uma viagem a Haría. A cidade é muito pequena mas super impressionante, cheia de cactos, palmeiras e bonitas casas brancas. No centro, podes desfrutar de um pequeno mercado e de vários restaurantes deliciosos que servem comida local. Outro lugar que não deve perder em Haría é a casa de Cesar Manrique, onde pode apreciar as pinturas e esculturas do artista.

Haría and the house of Manrique

6. Teguise e o seu mercado dominical

A nossa visita a Teguise foi uma das surpresas mais agradáveis de Lanzarote. É outra pequena cidade típica espanhola com casas brancas, semelhante a Haría. Tem um mercado fantástico ao domingo de manhã, onde se pode encontrar artesanato local muito giro. O ambiente é fantástico, pois há concertos ao vivo nas ruas e também bares no final do mercado.

7. Timanfaya

O Parque Nacional de Timanfaya é outra visita obrigatória em Lanzarote. Trata-se de uma paisagem vulcânica mágica, com belas montanhas e enormes crateras. Para além das vistas, os destaques incluem uma demonstração de como se assam frangos num churrasco natural (calor da terra!), como e porque é que o vapor irrompe dos géisers quando se deita água, e palestras sobre os campos de lava e a história do parque. Um sítio verdadeiramente fascinante.

Timanfaya

8. Parque Natural los Volcanes – O Parque Natural dos Vulcões

A visita ao Parque Natural dos Vulcões, junto ao Parque Nacional de Timanfaya, é totalmente gratuita. Se é um caminhante que aprecia uma boa vista, então não perca este lugar. Pode obter informações sobre todos os diferentes percursos pedestres no Centro de Visitantes, no entanto, alguns precisam de ser reservados com antecedência, uma vez que são mais difíceis e é obrigatório usar sapatos de escalada decentes. Mas, se não for um caminhante habitual, não entre em pânico, pois há também percursos mais fáceis que valem bem a pena visitar.

Parque Natural los Volcanes

9. Charco de los Clicos – A lagoa verde)

Na costa ocidental de Lanzarote, perto de uma pequena cidade chamada Yaiza, encontrará uma bela paisagem conhecida como a lagoa verde ou a poça verde (lagoa soa muito melhor, hã?!) As ondas do oceano Atlântico varreram a cratera de um volanco extinto e as algas no fundo fizeram com que a água ficasse com um verde magnífico. Depois de ter sido hipnotizado pelo Charco de los Clicos, relaxe na praia de areia preta próxima, conhecida como El Golfo.

10. Playa de los Papagayos – Praia dos Papagaios

Diz-se que a praia dos Papagaios é a praia mais bonita da ilha, embora eu tenha de admitir que, pessoalmente, não é a minha preferida. No entanto, vale certamente a pena uma visita, especialmente num dia de sol, onde se pode desfrutar de um mergulho no oceano. Existem alguns bares nas proximidades, se quiser desfrutar de um cocktail. Se visitar a Playa de los Papagayos, também tem a opção de visitar duas praias vizinhas diferentes: Playa de la Cera e a Caleta del Congrio.

Playa de los Papagayos

11. La ruta de las Bodegas – Rota do vinho

Sim, dissemos “rota do vinho”, o que significa que pode fazer um passeio pelas muitas adegas de Lanzarote que estão rodeadas por belos vales naturais. Parece-me bem, não é? Se é fã de um bom copo de vinho tinto ou branco, esta é uma visita obrigatória. A adega mais famosa chama-se El Grifo, que também tem um museu interessante. Se quiser visitar esta adega, tem de apanhar a estrada LZ-30 de Uga para Teguise. Não há muito tempo atrás, podia-se provar de graça, mas hoje em dia é uma visita paga, infelizmente! No entanto, vale a pena, pois não é apenas saborosa, mas também fascinante, especialmente ver como eles cultivam as vinhas na terra vulcânica.

12. Famara

Se gosta de desportos aquáticos, vai gostar de Famara. É conhecida por ser uma cidade cheia de surfistas e wind-surfers, uma vez que esta costa tem normalmente ventos fortes, condições perfeitas para apanhar umas belas ondas. Tem uma atmosfera fantástica, cheia de energia, com os habitantes locais e os viajantes a divertirem-se juntos.

13. El Jardín de los Cactus – O Jardim dos Cactos

O Jardim dos Cactos é outra criação do artista Manrique. Trata-se de uma antiga “rofera” (também conhecida como pedreira) convertida por Manrique num grande jardim de cactos. Atualmente, existem mais de 4.500 cactos e 450 espécies diferentes. Basta olhar, não tocar… pode ser doloroso!

14. Festa em Puerto del Carmen – Festa no porto de El Carmen

Pessoalmente, não gosto muito de sítios turísticos, mas tal como a marmita, Puerto del Carmen pode ser do gosto de algumas pessoas. É uma zona cheia de resorts, bares e restaurantes. Por isso, se quiser ir a uma boa festa em Lanzarote, este pode ser o seu lugar, pois há discotecas e bares de cocktails em abundância. É quase como se fosse uma mini Benidorm no coração de Lanzarote!

Onde ficar:

Os hostels em Lanzarote são uma excelente opção se quiseres manter um orçamento baixo para esta viagem. Se gostaste do que acabaste de ler sobre a cidade de Famara, vais certamente apaixonar-te pelo Eco Lodge Famara, que é uma casa de design no meio de um ambiente natural. Kalufa House é uma casa na pequena aldeia de Cuchillo de Tinajo, que tem uma piscina, jardim, solário e churrasco que garante algumas noites divertidas. Se quiser mergulhar na Lanzarote mais rural e descobrir os segredos do norte da ilha, fique nas Casitas Tabayesco, onde pode alugar bicicletas para chegar às praias desertas e às fascinantes grutas. Os apartamentos La Laguneta são a melhor opção para umas férias tranquilas a apenas 500 metros da praia. E se quiser acordar com vista para os vulcões e dormir a apenas 10 minutos do Parque Timanfaya, visite a Finca Marisa

recomendações extra
Recomendo vivamente o aluguer de um carro quando visitar Lanzarote e, felizmente, há muitas empresas que oferecem um serviço de aluguer bom e barato. Se quiser explorar toda a ilha, vai precisar dele e não se vai arrepender.

Não se esqueça de levar protetor solar e um chapéu ou algo semelhante. Em Lanzarote há sol durante todo o ano e o chapéu é muito útil, embora também seja melhor ter algo para o prender, porque o vento em Lanzarote não pára. Por essa razão, um chapéu será muito útil se não quiseres ficar com o cabelo despenteado durante todo o dia.

O inverno é uma óptima época para visitar Lanzarote. Embora possa chover de vez em quando em Lanzarote, especialmente entre dezembro e fevereiro, as temperaturas raramente descem abaixo dos 14º.

Agora que já tens todas as recomendações que precisas para visitar Lanzarote, é a tua vez de explorar a ilha.

Sobre o autor:

Andrea Bergareche é criativa por profissão e viajante por vocação. Em 2012, viajou pela primeira vez sozinha para o México e passou um ano de estudo no estrangeiro para a sua licenciatura em arte. Desde então, ficou obcecada por viajar. Em 2015, embarcou na sua primeira longa viagem a solo como mochileira. Uma viagem que inicialmente tinha sido planeada para dois meses, mas que acabou por durar sete e na qual foi da Argentina à Colômbia à boleia, a tatuar e a pintar.

Desde então, não parou de viajar. No seu blogue, Lápiz Nómada, encoraja as mulheres a viajar sozinhas e a fazê-lo com criatividade. Pode seguir as suas próximas viagens no Facebook, Instagram ou Twitter.

Deixe um comentário

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Scroll to Top