As melhores coisas para fazer na Cidade do Cabo – de caminhadas emocionantes a pores-do-sol serenos

Talvez já tenha ouvido falar da Cidade do Cabo e da forma como as pessoas se apaixonam de imediato, tanto pela cidade como pelas pessoas que nela vivem. Talvez já tenha ouvido falar das paisagens espectaculares e da beleza natural de cortar a respiração que este país tem para oferecer. A Cidade do Cabo é enorme – e tornou-se um elemento-chave na lista de desejos de qualquer viajante. Para o ajudar a planear bem a sua viagem, elaborámos uma lista das melhores coisas para fazer na Cidade do Cabo, coisas que não pode perder. Para além de lhe falarmos sobre os pontos turísticos tradicionais da cidade, damos-lhe algumas dicas da Cidade do Cabo e informamo-lo sobre alguns destaques surpreendentes da cidade que certamente tornarão a sua viagem ainda mais inesquecível.

1. Suba o Tafelberg e aprecie a vista da cidade

Em primeiro lugar está um dos pontos turísticos mais turísticos de todos – o Tafelberg. Pode subir por si próprio ou apanhar o teleférico. Se estiver em boa forma física, recomendo vivamente que suba a pé – acredite, as vistas até ao topo valem cada gota de suor – são absolutamente incríveis! Há muitos trilhos diferentes que partem de diferentes pontos, sendo alguns deles mais difíceis do que outros. Por isso, é uma boa ideia consultar as várias opções com antecedência. A subida demora cerca de três horas, dependendo do percurso que se faça. Claro que também tem de descer, mas o lado positivo é que, se as suas pernas estiverem um pouco cansadas e vacilantes, pode facilmente apanhar o teleférico de volta. O bilhete de ida custa 12 euros e o de volta cerca de 21 euros. Se for estudante, deve ir à sexta-feira, se possível – pagará apenas 5 euros por um bilhete simples e cerca de 9 euros por um bilhete de ida e volta. Quando se viaja para o Tafelsberg, o tempo é fundamental, por isso certifique-se de que não há muitas nuvens baixas, uma vez que isso o impedirá de ver muita coisa lá de cima. Muitas vezes, o teleférico não funciona se estiver demasiado vento. No entanto, quando o sol está a brilhar, não há nada como estar no cimo da montanha.

Sshh!... This is a secret

Discover the "next hot backpacker destination" this 2024.

Just so you know, we will be able to see if you open our emails to help us monitor the success of our marketing campaigns. You will find further details in our data protection notice.

2. Fazer um passeio a pé gratuito

Muitas cidades oferecem visitas guiadas gratuitas, e agora a Cidade do Cabo é uma delas! Se não quiser fazer uma visita guiada cara, estas são a alternativa perfeita. As visitas guiadas funcionam com base num sistema de gorjetas, o que significa que decide no final quanto valeu a pena. Na Cidade do Cabo, pode escolher entre duas excursões históricas e uma excursão ao conhecido e colorido bairro de Bo-Kaap. Há várias excursões por dia, todas partindo do mesmo ponto no centro da cidade. Os guias turísticos são jovens, descontraídos, divertidos e, claro, locais. Têm imensas coisas interessantes para dizer sobre a sua cidade natal, e não vai encontrar as suas dicas em nenhum guia de viagens, isso é certo! Por isso, para além de uma visita guiada, terá a oportunidade de conhecer a vida de um verdadeiro cabo-toniano. Conhecer a cidade desta forma é um verdadeiro prazer.

3. Delicie-se com uma prova de vinhos

Acredite em nós, não pode deixar a Cidade do Cabo sem antes fazer uma prova de vinhos. A cidade está rodeada de vinhas que parecem não ter fim, como Franschhoek, Durbanville e Stellenbosch. Eu optei por fazer o passeio hop-on hop-off em Stellenbosch. Fica a cerca de 40 minutos de carro do centro da cidade e permite-lhe ver até seis vinhas num dia. O motorista é apanhado no local onde está hospedado e levado a cada uma das diferentes vinhas. Depois, no final do dia, deixam-no de volta. É você que decide onde parar e fazer uma prova. Se não tiver a certeza, pergunte ao seu motorista, ele poderá dizer-lhe exatamente que tipo de vinho é servido em cada vinha. O conjunto custará cerca de 22 euros, com as provas de vinho individuais a custarem entre 2 e 5 euros. Os motoristas cuidam de si durante todo o tempo e são muito divertidos, alegres e estão constantemente a contar piadas. É garantido que se vai divertir!

4. Conquistar a cabeça do leão

Mais caminhadas já?! E desta vez não há maneira de sair da montanha, não há teleférico. Ainda assim, é apenas uma hora e meia para cada lado, mas a última parte da subida é outra coisa – é mais uma escalada do que uma caminhada e definitivamente não é para os fracos de coração, particularmente se não for fã de alturas. Mas, no final, será recompensado por todo o sangue, suor e lágrimas – e que recompensa! Ao contrário do Tafelberg, o Lion’s Head oferece uma vista de 360 graus da Cidade do Cabo. A cidade parece absolutamente deslumbrante daqui de cima. Muitas pessoas fazem o trilho para poderem ver o pôr do sol. Na Cidade do Cabo, assistir ao pôr do sol do alto da Cabeça do Leão parece ser uma espécie de tradição, especialmente na lua cheia. Ah, quase me esquecia! Naturalmente, é o lugar perfeito para a sua última foto para o Instagram.

5. Contemplar a praia de Boulder com admiração

Quem é que não gosta de pinguins? Na Cidade do Cabo, terá a oportunidade de ver um bando destas pequenas e doces criaturas na praia. A praia de Boulder’s fica em Simon’s Town, a cerca de 45 minutos de carro do centro da Cidade do Cabo. A praia faz parte do Parque Nacional da Montanha da Mesa, o que significa que tem de pagar uma pequena taxa de entrada de 4 euros. Observar os pinguins aqui é uma atração turística típica, por isso esteja preparado para a possibilidade de ficar um pouco cheio. Apesar disso, não deve perder a Boulder’s Beach – planeie a sua visita como uma paragem no seu caminho para o Cabo da Boa Esperança.

6. Faça uma viagem ao Cabo da Boa Esperança e Cape Point

Quando planear uma visita ao Cabo da Boa Esperança e a Cape Point (ambos situados na Península do Cabo) deve reservar um dia inteiro, uma vez que há mais algumas paragens que valem a pena pelo caminho. Muitas pessoas pensam que o Cabo da Boa Esperança é o ponto mais a sul de África, mas não é esse o caso. O ponto mais a sul, e a linha divisória entre o Oceano Atlântico e o Oceano Índico, é o Cabo das Agulhas. Ainda assim, uma viagem ao Cabo da Boa Esperança está no topo da lista de tarefas de qualquer pessoa que visite a Cidade do Cabo. Aqui, vai encontrar muitos turistas, especialmente nos meses de verão. Felizmente, a Península do Cabo cobre uma vasta área, o que significa que os grupos de turistas estão bem espalhados. O Cabo da Grande Esperança e Cape Point encontram-se no Parque Nacional da Table Mountain, pelo que se aplica o mesmo: leve dinheiro consigo para a entrada.

7. Surf em Muizenberg

Muizenberg é um subúrbio da Cidade do Cabo e também é conhecido como o local de nascimento do surf na África do Sul. Por isso, se quiseres aprender a surfar, ou aperfeiçoar as tuas capacidades, este é o sítio certo! Ah, sim! É também o lugar com as famosas cabanas de praia de cores vivas (o teu Instagram-Feed vai ficar satisfeito). O ambiente aqui é tão descontraído e despreocupado que o tempo passa a voar e, quando damos por isso, o sol já se está a pôr. Pode facilmente passar o dia inteiro na praia, a surfar e a apanhar sol. Se está a começar a surfar, deve definitivamente colocar Muizenberg na sua lista: as ondas aqui são provavelmente perfeitas para principiantes. Então, vá em frente e pegue as melhores ondas!

8. Desfrute de um pôr do sol inacreditável

Provavelmente já se apercebeu disto: o pôr do sol na Cidade do Cabo é mágico. De facto, há uma série de locais onde pode ir para apreciar vistas de cortar a respiração. Lion’s Head e Signal Hill são apenas alguns dos lugares com vistas absolutamente deslumbrantes sobre a cidade. É impossível captar as cores incríveis numa fotografia, tem de as ver com os seus próprios olhos – É INCRÍVEL! Em nenhum outro lugar, a não ser na Cidade do Cabo, é possível ver um pôr do sol tão bonito. Além disso, pode sentar-se e ver como o sol se afunda no mar a partir de quase todas as praias. No entanto, Clifton Beach é um local particularmente bonito, que vale a pena visitar – um lugar que realmente desperta aquela sensação de férias românticas. Ou canalize seu Leonardo DiCaprio/Zac Efron interior e aproveite esses minutos mágicos com uma bebida na mão no Cafe Caprice, em Camps Bay. Aqui você pode absorver a energia maravilhosa que a cidade exala, enquanto o sol banha a Lion’s Head e os 12 Apóstolos com um brilho rosado. Nunca se vai cansar destas cenas de postal, acredite.

9. Descubra os mercados locais

Há um grande número de mercados na Cidade do Cabo e arredores. Visitá-los (ou pelo menos um deles) é uma obrigação. Aqui encontrará comida de rua incrível, produtos locais, música ao vivo e uma atmosfera que não encontrará em mais lado nenhum. Dá-lhe a sensação de poder levar consigo um pouco da cultura sul-africana. O Nout Bay Weekend Market está aberto todos os fins-de-semana, de sexta-feira a domingo, e tem sempre alguma coisa a acontecer. As pessoas passeiam pelo antigo mercado ou sentam-se em bancos, apreciando as saborosas iguarias – quer sejam doces ou salgadas, há sempre algo para todos! Também recomendo o Old Biscuit Mill, que se situa no coração do bairro de Woodstock. Todos os sábados, das 9 às 14 horas, acolhe o Neighbourgoods Market, onde pode encontrar produtos naturais frescos, moda, arte, joalharia, mobiliário e muito mais.

10. Veja algumas praias isoladas

Se já se fartou de todos os turistas e do rebuliço da praia de Clifton, sentir-se-á em casa na praia de Llandudno. Esta é considerada uma dica privilegiada, pois há apenas um pequeno número de turistas que se misturam com os habitantes locais. Muitos habitantes de Cape Tonians vêm aqui para fazer surf e desfrutar da paz e do sossego. Não vale a pena procurar cafés, restaurantes ou lojas aqui, e esta é uma das razões pelas quais poucos turistas acabam na praia de Llandudno. Aqui pode desfrutar de um dia à beira-mar, longe das praias turísticas, relaxando e apanhando sol. Também recomendo a Bikini Beach, em Gordon’s Bay (a cerca de 50 km da Cidade do Cabo), que é um passeio de um dia perfeito. A pequena praia fica mesmo junto ao porto. É abrigada do vento e a água aqui é um pouco mais quente do que nas praias do centro da Cidade do Cabo, uma vez que não fica longe do Oceano Índico. Ao fim de semana, esta cidade de postal ilustrado é uma atração especial para os nativos do Cabo.

11. Faça um cruzeiro pela Chapman’s Peak Drive

Chapman’s Peak Drive é uma rota cénica esculpida nos penhascos e uma das estradas mais espectaculares do mundo! Há paragens a cada cem metros. E vai precisar delas, pois as vistas são incríveis, de uma beleza de cortar a respiração. Parece que estamos perante um quadro perfeitamente pintado, ou que estamos a sonhar! Não nos fartamos das vistas panorâmicas. Infelizmente, esta não é de forma alguma uma dica privilegiada, mas mesmo assim, tens de ir ver! Dica: Para terminar a sua viagem de um dia à Península do Cabo, siga pela Chapman’s Peak Drive, que também o levará de volta ao centro da Cidade do Cabo!

12. Passe uma noite na Bree Street

A principal rua de vida nocturna da Cidade do Cabo é, na verdade, a Long Street. A situação torna-se um pouco caótica, especialmente na primeira quinta-feira do mês, ou simplesmente “First Thursday”, deixando-o a lutar por um lugar num dos muitos bares da zona. Entre os habitantes locais, a Bree Street é conhecida como “a melhor Long Street”. Aqui não há tantos turistas, o que a torna especialmente popular entre os habitantes de Cape Tonians – é um pouco mais calma e menos agitada. A Bree Street é paralela à Long Street, o que significa que fica apenas a um passo de distância e vale bem a pena a visita. Aí encontrará um dos melhores bares de hambúrgueres da cidade (IYO Burger). Há também o Love thy Neighbour, onde os habitantes locais gostam de relaxar com uma cerveja depois de um dia de trabalho duro, bem como muitos cafés modernos e La Paranda, onde há realmente sempre alguma coisa a acontecer. Se estiver na Cidade do Cabo, não pode perder. Dica: passe pelo Honest Chocolate Café. Na verdade, fica na rua Wale, mas é mesmo ao virar da esquina (prometo). Para além das quantidades infinitas de chocolate em todas as suas formas possíveis, há um bar de gin nas traseiras. É tão discreto que muita gente passa ao lado desta joia escondida.

13. Desfrute da variedade gastronómica

Quando se trata de comida, a Cidade do Cabo é uma cidade para conhecedores. Tem tudo o que o seu coração possa desejar, e o sabor é sempre fantástico. Os sul-africanos adoram carne, e são brilhantes a cozinhá-la também. No entanto, há também uma enorme variedade de oferta para vegetarianos e veganos. Aqui, um jantar quente, vinho e uma garrafa de água para duas pessoas custam, no máximo, 20 euros. Isto faz com que comer fora na Cidade do Cabo seja realmente acessível para os padrões europeus, por isso, mesmo que esteja com um orçamento apertado, não terá de perder estas delícias culinárias.

No bairro jovem e elegante de Observatory, vale a pena visitar o “The Woodlands Eatery”. Tem à disposição saborosos pratos italianos e mexicanos, bem como um bolo de chocolate divinal. Para um pequeno-almoço saboroso e nutritivo, dirija-se ao Scheckter’s RAW Gourmet em Sea Point. O Nourish’d Café and Juicery, em Kloof Street, oferece uma grande variedade de comida vegana para começar o dia.

14. Participe de um braai

Se tiveres oportunidade, tens de ir a um braai, um churrasco ao estilo sul-africano. Os habitantes locais vão a uma todas as semanas (se não todos os dias!) Todos os fins-de-semana há uma festa braai fantástica em Gugletu Township, a cerca de 15 km do centro da cidade. O Mzoli’s é um talho onde, aos fins-de-semana, se realiza uma festa em que os habitantes locais e os turistas festejam e desfrutam juntos de boa comida. Come-se, dança-se, conversa-se e ri-se. É uma experiência única num bairro onde as pessoas vivem em condições muito pobres – porque essa é também uma faceta da Cidade do Cabo, que deve ser vivida.

Mais uma dica: junta-te a um par de pessoas do teu hostel e aluga um carro em conjunto durante o tempo que estiveres na Cidade do Cabo e arredores. Embora tenha havido uma rede de autocarros muito bem desenvolvida desde o Campeonato do Mundo, estes não circulam com muita frequência e fazem muitos desvios no caminho para o seu destino. A Cidade do Cabo é enorme e muitas excursões levam-no aos subúrbios e à Península do Cabo. Ter um carro poupar-lhe-á tempo e aborrecimentos.

Albergues na Cidade do Cabo

Sobre o autor:

Teresa tem 24 anos e estuda Comunicação e Estudos dos Media em Bremen. No seu tempo livre, tenta ver o máximo do mundo que pode e gosta de mergulhar noutras culturas e conhecer novas pessoas. Segue as suas aventuras no Instagram @teresaklr!

Deixe um comentário

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Scroll to Top