Onde ficar em Roma: um guia dos bairros

Language Specific Image

Roma é a maior cidade de Itália, e em cada esquina de calçada esconde-se uma vista perfeita de cartão postal. Com tanta coisa para fazer, a cidade pode parecer esmagadora, mas estamos aqui para o ajudar e dizer-lhe tudo o que precisa de saber sobre onde ficar em Roma.

Roma é uma cidade que nunca se cansa de visitar. Para onde quer que olhe, encontrará figuras de mármore paradas, arquitetura de cortar a respiração e pedaços de história que vão desde B.C. até à modernidade. Os mochileiros adoram-na porque é um dos maiores museus ao ar livre do mundo – basta andar à volta para apreciar a beleza da Cidade Eterna. E não nos esqueçamos da comida. Quero dizer, comida italiana a sério, em todo o lado. Passeie com um gelato na mão antes de parar para comer uma fatia de pizza (tem que ser quadrada!) ou um supplì (uma bola de risoto frito) como lanche do meio-dia. Roma é o destino perfeito para qualquer mochileiro com olhos famintos… e um estômago faminto!

A rica história de Roma pode ser vista na sua estrutura de retalhos, onde cada bairro se funde perfeitamente com o outro. Oficialmente, o centro histórico está dividido em vinte e dois distritos – uma atualização das quatro regiões romanas originais! Monti é onde se encontra o Coliseu e as ruínas romanas que sussurram histórias de homens corajosos e de glória antiga. San Giovanni é uma terra de parques, aquedutos e cafés frescos. Trastevere significa literalmente “do outro lado do rio Tibre” e oferece o ambiente moderno que se espera de um bairro a sul do rio. Os seus bares de jazz chiques, a comida fantástica e as casas amarelas cobertas de hera significam que encontrará o equilíbrio perfeito entre história e diversão. Para uma noite louca com um toque de juventude, dirija-se ao bairro universitário de San Lorenzo, onde novas ideias e revoluções nascem entre copos de vinho e onde os preços são acessíveis aos estudantes. Por fim, não se esqueça de que existe um outro país dentro das muralhas de Roma: o Vaticano. Não perca a Basílica de São Pedro e a Capela Sistina, onde poderá passear com anjos e demónios.

A melhor maneira de se deslocar em Roma é de metro. As duas linhas (A e B) ligam todas as maiores atracções, pelo que não terá de gastar as solas dos seus novos sapatos de couro italiano. Uma viagem só de ida custa 1,50 euros, ou pode poupar dinheiro comprando um bilhete diário ou mensal. Estes bilhetes permitem-lhe utilizar qualquer forma de transporte público, embora os eléctricos tendam a ser mais fiáveis do que os autocarros em Roma. Se optar por andar a pé, não perderá nenhuma das fantásticas atracções turísticas. Pode acabar por encontrar um monumento incrível e inesperado ou um café agradável, e é uma óptima maneira de queimar toda a massa que vai devorar. Para chegar a Roma a partir do aeroporto, basta apanhar o comboio. Mas não apanhes táxis: tendem a ser muito caros! Se estiveres a pensar em utilizar Ubers, deves saber que apenas o Uber Black está disponível, pelo que também pode ser mais caro.

Ainda está confuso sobre qual é a melhor área para ficar em Roma para si? Não se preocupe, o nosso guia de bairros de Roma está completo com tudo o que precisa de saber – desde onde ficar, ao que fazer e, mais importante, onde comer!

Saltar diretamente para:

Trastevere: a melhor zona de Roma para os hipsters

  1. O que fazer em Trastevere
  2. Lugares para comer em Trastevere
  3. Melhores albergues em Trastevere

Monti: a melhor zona de Roma para passear

  1. O que fazer em Monti
  2. Onde comer em Monti
  3. Melhores albergues em Monti

Esquilino: a melhor zona de Roma para explorar a cidade… e o campo!

  1. O que fazer em Esquilino
  2. Onde comer em Esquilino
  3. Melhores albergues em Esquilino

San Lorenzo: a melhor zona de Roma para quem gosta de festas

  1. O que fazer em San Lorenzo
  2. Onde comer em San Lorenzo?
  3. Melhores albergues em San Lorenzo

San Giovanni: a melhor zona de Roma para fazer como os romanos

  1. O que fazer em San Giovanni
  2. Onde comer em San Giovanni
  3. Melhores albergues em San Giovanni

Prati: a melhor zona de Roma para tocar o céu com um dedo

  1. O que fazer em Prati
  2. Onde comer em Prati
  3. Melhores albergues em Prati

where to stay in rome - tree with snow by colosseum

📷 @dreamingromehostel

1. Trastevere – a melhor zona de Roma para os hipsters

Trastevere é a zona que fica do outro lado do rio Tibre, em frente ao centro histórico. É um dos sítios mais interessantes e bonitos de Roma, onde o velho se encontra com o novo da forma mais colorida. Mantém a sua linhagem medieval com as suas ruas estreitas e paredes brilhantes, mas é também o centro da vida nocturna romana e um centro de arte para jovens criativos.

Trastevere é um lugar mágico onde se encontram habitantes locais a beber café expresso ou a estender roupa no varal, mesmo em cima de uma galeria de arte moderna recentemente inaugurada.

where to stay in rome -car in italian street

faruk Kaymak

O que fazer em Trastevere

Se viu o filme vencedor de um Óscar A Grande Beleza, deve saber que o topo da colina Gianicolo é onde a cena introdutória foi filmada, e é um dos pontos de observação mais impressionantes de Roma. Do outro lado do parque, encontra-se a Villa Farnesina, uma villa romana repleta de frescos de Raffaello e de outros artistas incríveis.

Irá reparar que a arte de rua romana é diferente daquilo a que está habituado, e isso deve-se ao facto de ser criada em grande parte a partir de autocolantes. O Trastevere é o melhor local para observar este fenómeno divertido e criativo, e poderá ver uma expressão interessante de arte autocolante em cada esquina deste bairro coberto de hera. Alguns artistas gostam de incorporar também pintura e stencil, outros colam poemas e histórias nas paredes.

where to stay in rome - sticker wall

nathan Dumlao

Sabias que existe uma ilha no meio do rio Tibre? A ilha Tiberiana tem a forma de um navio e tem uma história rica. Atualmente, para além de albergar alguns dos melhores restaurantes de Roma, tem também dois hospitais e uma bela igreja barroca! Passeie junto ao Tibre numa noite quente de verão para compreender o significado das palavras “Dolce Vita”.

És do tipo económico? Porta Portese é a feira da ladra mais famosa de Roma e encontra-se em Trastevere. Acontece todos os domingos, das 6h às 14h, e é o lugar perfeito para encontrar alguns achados interessantes; de acessórios a roupas vintage e móveis antigos. Certifica-te apenas de que sabes onde está a tua carteira, pois este mercado é conhecido pelos carteiristas!

where to stay in rome - wooden frames

jessica Ruscello

Trastevere é o bairro mais trendy de Roma, o que se nota só de andar por lá. Está repleto de boutiques extravagantes como a Romastore 63, especializada em perfumes topo de gama, a Harvey Shoes que vende Chuck Taylors pintados à mão, ou a Polvere di Tempo, uma loja só de ampulhetas e mapas antigos. À noite, esta parte de Roma ilumina-se, com tudo, desde salões de cocktails chiques a bares hipster. A Piazza Trilussa é o local ideal para uma noite divertida e vai adorar misturar-se com os romanos enquanto eles bebem, aproveitam o tempo e partem corações (não o seu, esperamos!)

Locais para comer em Trastevere

Trastevere está cheio de cafés e bares elegantes para passares os teus dias. A praça San Callisto é o local perfeito para começar as manhãs com um cappuccino e um cornetto (croissant italiano). O Bar San Calisto tem mais de cinquenta anos e é uma verdadeira instituição na cidade. Volte depois das 20h00 para tomar uma cerveja e conhecer um pedaço da história da vida nocturna italiana.

À volta da praça de San Callisto encontrará um monte de pequenos restaurantes, cada um com o seu próprio conceito. Não são muito maiores do que uma sala, por isso pode ser difícil encontrar um lugar, mas vale mesmo a pena! O Eggs é especializado em comida à base de ovos, incluindo a pasta alla carbonara, um dos pratos mais famosos de Roma. A Pico’s Taqueria é a tua melhor aposta se te apetecer comida mexicana – vai lá na Taco Tuesday para uma cerveja e três tacos por apenas 8 euros!

Se estás à procura de algo um pouco mais autêntico, vai até à Ilha Tiberiana. Aí encontrará o restaurante mais famoso de Roma, o Sora Lella. Este lugar é tão parte da história de Roma como o Coliseu, e é por isso que o vais encontrar sempre ocupado (reserva com antecedência!) Pode ser bastante caro, mas vale a pena só pelo seu famoso cacio e pepe: dizem que o ingrediente secreto são folhas frescas de hortelã romana! Para a sobremesa, basta sair do restaurante e comer um gelato. O que há de mais italiano do que um delicioso gelato feito à mão numa pequena janela de madeira sobre o Tibre? O nosso sabor preferido é o de manjericão, mas as estações do ano mudam, por isso prepare-se para improvisar!

Finalmente, termine a sua noite na Piazza Trilussa, o centro social de Roma. Hipster em Roma significa industrial, feito à mão e um pouco rude. Encontrará tudo isso no Meccanismo Bistrot, um ótimo lugar para parar para um bom aperitivo (basicamente bebidas antes do jantar), ou no Freni e Frizioni, famoso pelos seus cocktails inspirados em estrelas de cinema. Para todos os que têm classe, não deixem de visitar o Alcazar Live, um ex-cinema transformado em bar de jazz e espaço para concertos com pipocas gratuitas.

Melhores albergues em Trastevere

Depois de andar todo o dia entre vilas romanas e galerias de arte, encher o estômago com deliciosa comida italiana e queimar a noite em bares, vai precisar de um bom lugar para descansar a cabeça para estar pronto para fazer tudo de novo amanhã.

O Hostel One Trastevere tem todas as vibrações hipster que se pode esperar de um hostel nesta parte de Roma, com um jardim secreto e linhas de lâmpadas Edison. Oferece jantares gratuitos todas as noites, para que possas poupar dinheiro para mais um copo de vinho e até conhecer alguém com quem o fazer! Como se precisasses de ser mais convincente, há também uma piscina, e sim, é aquecida durante os meses de inverno.

where to stay in rome - Hostel One Trastevere - tables and chairs outside

hostel One Trastevere

2. Monti – a melhor zona de Roma para passear

Monti é onde se encontra a maior parte das atracções de Roma, mas conseguiu manter a sua alma local sem se tornar uma armadilha para turistas. Os viajantes adoram-na pelas suas incríveis vistas (é onde fica o Coliseu!), os locais adoram-na pelos seus bares hipster e lojas vintage, e os mochileiros adoram-na porque querem as duas coisas!

where to stay in rome - the spanish steps

ilnur Kalimullin

O que fazer em Monti

Monti é o lar do monumento romano mais emblemático: O Coliseu! Este incrível anfiteatro foi construído em 72 a.C. e era usado para receber gladiadores que lutavam contra leões, e até foi enchido com água para receber batalhas de navios no centro de Roma! Basicamente, não estiveste em Roma até o teres visto, por isso coloca-o no topo do teu itinerário.

where to stay in rome - girl sat by colosseum

📷 @annalisati_

Mesmo em frente ao Coliseu encontra outro testemunho da grande história de Roma: Os Fóruns Imperiais. Este sítio arqueológico é composto por camadas de ruínas de edifícios que costumavam servir como o centro político e social da cidade. Pode vislumbrar como era Roma entre templos, arcos e colunas e passear por um pedaço de história. A partir do Fórum, pode chegar à Palatina, uma das sete colinas sobre as quais Roma foi construída, e um dos maiores museus ao ar livre de Roma. E o melhor de tudo? É completamente grátis!

Diz a lenda que Roma foi fundada ali mesmo pelos gémeos Rómulo e Remo, e esta é apenas uma das histórias que rodeiam este lugar mítico. Na base da colina, havia uma gruta que albergava uma ordem de sacerdotes chamada “Luperci”, que costumavam usar pele de carneiro e se intitulavam homens-lobo. A Palatina era o lugar onde se devia estar quando se era um nome importante no Império Romano, e é onde se pode ver o resto das mansões dos imperadores, chamadas domus. Se alguma vez quiseste seguir os passos de Cícero, Augusto ou Nero, deves vir até aqui

Muito perto do Fórum Romano encontra-se a majestosa Piazza Venezia, onde se encontrava a embaixada da República de Veneza. O grande Vittoriano deixá-lo-á sem fôlego, um monumento dedicado a Vittorio Emanuele II, o primeiro rei de Itália. Neste triunfo de mármore, encontrará uma série de museus e o Túmulo do Soldado Desconhecido. Apesar da sua beleza, este monumento tem uma história negra, pois Mussolini utilizou-o muito na sua propaganda fascista e foi frequentemente usado como palco para os discursos do ditador.

where to stay in rome - view of the rome with trees

📷 @idcuak

Mas Monti não é só história, pois é considerado um dos sítios mais chiques para sair em Roma. As compras são óptimas entre estas ruas de paralelepípedos, quer queiras as lojas clássicas da Via del Corso ou os nomes de designers da Via Condotti. As boutiques vintage povoam todo o bairro, e deve procurar nomes como King Size, Pifebo, Flamingo ou Blue Goose.

Locais para comer em Monti

Monti é um dos melhores bairros para passear e tropeçar em pequenos cafés ou bares de cocktails. Considerado o melhor lugar em Roma para um copo de vinho, dirija-se às ruas que rodeiam a Piazza Suburra depois do pôr do sol para uma experiência deslumbrante de Roma à noite.

OAnalemma Cafe é um dos nossos lugares favoritos, e a decoração hipster e os preços baratos vão roubar o seu coração também. Recomendamos que vás lá para o aperitivo, porque pelo preço de uma bebida poderás encher o teu prato com deliciosa comida vegetariana (incluindo lasanha!) durante toda a noite. Está aberto todo o dia, por isso, quer queiras um cappuccino (habitualmente antes das 14h00) ou um cocktail sofisticado, é o sítio certo para ir.

Faça como os romanos e pare para um copo de vinho no Fafiuché, um pequeno bar de vinhos de gerência familiar cujo slogan é ‘Great Wines, Small Kitchen’. Se gosta mais de cocktails, prepare-se para se sentir como um revolucionário chique durante a era da Proibição, pois Monti é famoso pelos seus bares speakeasy. O Race Club está escondido atrás de uma loja de mecânica, enquanto o The Barber Shop é uma sala iluminada por velas sob o que parece ser uma barbearia normal, onde os cocktails são servidos em copos vintage.

La Madre é a pizzaria gourmet mais famosa de Monti, e a Pizza Trieste faz as famosas pizzas redondas para levar.

Se é um louco por saúde, vai ficar louco pelo Aromaticus, metade loja de jardinagem e metade restaurante especializado em tártaros e repleto de ervas frescas e azeite aromático. O Avocado Bar é um espaço tropical que serve pratos à base de abacate e que ostenta um impressionante teto de relva.

A Via del Boschetto tem o maior número de restaurantes por metro quadrado em Roma. Recomendamos o Ai Tre Scalini, um pequeno bar de vinhos com uma mão-cheia de pratos no menu, vinho italiano e uma atmosfera internacional.

Melhores albergues em Monti

Andar todo o dia a apreciar as melhores vistas da Cidade Eterna pode ser cansativo, por isso vai precisar de uma boa cama para descansar a cabeça no final de um grande dia de exploração. Felizmente, os hostels em Monti são tão incríveis quanto o próprio bairro.

Sandy Hostel é um lugar incrível localizado no coração de Roma e super perto da estação de metro Cavour. Oferece dormitórios e quartos privados e o seu proprietário, Franco, é famoso pelas suas fantásticas dicas sobre Roma.

Se estás à procura de uma verdadeira experiência romana, o fantástico Hostel Mosaic Central é a tua melhor aposta. Começa o teu dia com alguma fruta fresca e passeia pela villa onde este hostel está localizado. La vita è bella no Hostel Mosaic Central.

O New Generation Hostel Santa Maria Maggiore tem tudo o que precisa. Com um jardim interior, um bar e restaurante no local e uma bonita parede de tijolo para posar em frente para o seu Instagram, a única desvantagem é eventualmente ter de sair.

where to stay in rome - New Generation Hostel Santa Maria Maggiore

new Generation Hostel Santa Maria Maggiore

3. Esquilino – a melhor zona de Roma para explorar a cidade… e o país!

O melhor trunfo da zona de Esquilino é a estação Termini, situada mesmo no coração do bairro. Esta é a estação de comboios e de metro mais importante da cidade, onde poderá apanhar as linhas A e B para ir basicamente para onde quiser.

Se Roma não for a sua única paragem em Itália, este é o bairro mais conveniente para ficar, uma vez que todos os comboios para cidades como Florença, Milão ou Nápoles partem daqui. Dito isto, como em toda a parte em Roma, Esquilino também está repleto de uma arquitetura incrível e de comida de fazer crescer água na boca. Além disso, Esquilino fica apenas a cerca de 20 minutos a pé do centro histórico e a 5 minutos de metro.

where to stay in rome - red vespa on road

vincent Versluis

O que fazer em Esquilino

Esquilino é uma das sete colinas sobre as quais Roma foi construída e, portanto, uma das partes mais antigas da cidade. A sua história está registada desde o ano A.C. e é um caldeirão de culturas, além de ser o lar da agitada Estação Termini.

No coração de Esquilino encontra-se a Piazza Vittorio Emanuele, a maior praça de Roma. Passeie pelas arcadas ou relaxe no belo jardim repleto de estátuas de ninfas e uma porta mágica para uma antiga casa de alquimista.

O bairro Esquilino é a zona mais multicultural de Roma, que poderá apreciar no mercado semanal, aberto de segunda a sábado na praça Vittorio Emanuele. Aqui encontrarás especiarias de todo o mundo, comida exótica e roupas divertidas, caso te apeteça algo mais picante do que massa!

Roma está repleta de igrejas incríveis, e a Basílica de Santa Maria Maggiore é uma das sete mais importantes. Repleta de obras-primas de artistas icónicos, é ainda mais incrível no dia5 de agosto, quando é coberta de neve falsa para recriar um milagre de 358 A.C. Se é fã de Miguel Ângelo, não pode perder a Igreja de San Pietro in Vincoli, onde também poderá admirar a enorme estátua de Moisés.

where to stay in rome -beautiful church ceiling

📷 @asoggetti

Outra especialidade italiana é a ópera, e se te interessas pelo género vais gostar de saber que o Teatro da Ópera de Roma fica mesmo ao lado da estação Termini. Neste teatro poderá assistir a espectáculos de ópera ou de ballet… só não se esqueça de reservar os seus bilhetes com antecedência e de vestir algo elegante!

Onde comer em Esquilino

Pode ser estranho sugerir uma estação como local para comer, mas está prestes a ficar impressionado, para não mencionar que esta dica será muito útil quando estiver com pressa para apanhar o comboio com o estômago vazio. Mesmo no centro da estação Termini, encontra-se o Mercato Centrale, que é a mais gloriosa sala de comida da história das salas de comida. Imagine poder fazer uma viagem gastronómica por Itália apenas andando por uma sala. Do Norte ao Sul, da pizza à massa, do cannoli ao vinho, encontrará aqui tudo o que lhe apetece e será de uma qualidade fora do comum. A nossa escolha principal não é para os fracos de coração: o combo “C’ho Fame” da banca Fritto. São basicamente seis pratos fritos diferentes (incluindo o supplì cacio e pepe, que tem de provar) por apenas 12 euros. Lembre-se que partilhar é cuidar, e que comer tudo sozinho irá provavelmente mandá-lo para o hospital.

Esperemos que ainda não tenha acabado o gelato, porque a Gelateria Fassi merece uma visita. Peça o famoso ‘Sanpietrino’, que tem o nome da pedra de calçada com que Roma foi construída. Este pequeno tijolo de gelado coberto de chocolate tornou esta gelataria famosa em todo o país.

Para uma rápida viagem à Sicília sem sair de Roma, não perca uma visita à Pasticceria Dagnino, onde poderá provar incríveis iguarias sicilianas como cannoli ou cassata, um bolo feito com queijo ricota e frutas cristalizadas.

A alma multicultural de Esquilino pode ser provada no Vittorio Spezie & Cucina. Este restaurante e pizzaria oferece três salas diferentes, cada uma com o seu próprio tema: Oriental, Cubano e Italiano, bem como bebidas de assinatura. Para uma opção mais económica, Panella é uma padaria histórica fundada em 1929, conhecida pelos seus aperitivos ricos em hidratos de carbono e pelos preços acessíveis.

Se visitar Roma durante os meses de verão, não pode perder o Voodoo Bar, um bar aberto onde poderá pintar a cara antes de beber um cocktail exótico, tudo em frente a um homem que sopra fogo num par de andas. Também se pode sentar num trono de madeira, fazer leitura das mãos e desfrutar de todas as vibrações mágicas deste lugar peculiar.

where to stay in rome - girl with painted face in voodoo bar

📷 @purezaabrantes

Para os mochileiros extravagantes, o Gatsby Café vai realizar todos os seus sonhos dos anos 20, graças aos seus três andares e terraço no telhado aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Melhores albergues em Esquilino

Por estar tão convenientemente localizado, este bairro está repleto de hostels incríveis que farão com que seja difícil sair e explorar a cidade. É também a escolha número um para mochileiros, por isso é garantido que vais conhecer algumas pessoas incríveis para viveres as tuas fantasias de férias romanas.

Se já esteve num hostel Generator, sabe que eles nunca desiludem. O Generator Rome não é exceção. Com sinais de bar em néon e quartos privados opcionais, este hostel é incrivelmente chique. Com sete andares de dormitórios e uma enorme sala comum, vais definitivamente conhecer o teu novo melhor amigo aqui!

where to stay in rome - Generator Rome bar

Gerador Roma 📷 @claudiadusk

Olá pessoal da festa, o The Yellow Hostel é a resposta às vossas preces. Com um terraço no telhado, uma bebida de boas-vindas de cortesia e uma sala de fuga interna (sim, é isso mesmo!), não te vais aborrecer aqui. Sugestão: visita este hostel mesmo que não estejas cá hospedado: as festas são assim tão boas.

Se queres viver o sonho italiano, o Hostel Alessandro Palace & Bar vai roubar o teu coração. Relaxe no terraço coberto de plantas antes de participar num torneio de beer pong ou numa noite de karaoke. Se isso não for suficiente, que tal um prosecco de boas-vindas e pizza grátis 4 dias por semana? Nós sabemos, devíamos ter aberto com pizza grátis.

4. San Lorenzo – a melhor zona de Roma para quem gosta de festas

Sabias que Roma é a casa da maior universidade da Europa? Sim, a Universidade La Sapienza de Roma tem mais de 2000 anos e o seu nome traduz-se literalmente para “Conhecimento”. O campus, que tem mais de 10.000 km quadrados, está localizado em San Lorenzo, formando uma verdadeira cidade dentro da cidade.

Como todos os mochileiros sabem, as zonas de estudantes significam preços baratos, muitos jovens e, acima de tudo, festas! É hora de se soltar na Cidade Eterna!

where to stay in rome - san lorenzo - polaroid picture of archway

📷 @instant.tours

O que fazer em San Lorenzo

Como dissemos, San Lorenzo é o bairro da festa. Deve ter em atenção que as discotecas em Itália não começam a ficar ocupadas antes das 23h e as festas continuam até às 5h. Comece a sua noite com uma cerveja na Piazza San Lorenzo, tome uma bebida dentro da discoteca (que normalmente está incluída no preço de cobertura, que é de cerca de 10 euros) e termine com um cornetto fresco antes de ir para a cama.

Uma das melhores discotecas da cidade é a Ex-Dogana, situada num antigo armazém com salas enormes, tectos altos e um ambiente industrial. Aqui poderás dançar praticamente todos os géneros, desde techno a EDM, basta consultares a página do Facebook para veres que DJ está a tocar.

San Lorenzo é a melhor área de Roma para se maravilhar com a incrível arte de rua. Os artistas romanos pegam em paredes nuas e transformam-nas em obras-primas, inspiradas na rica história da Cidade Eterna e na atual situação política.

where to stay rome - graffiti art of eyes

chris Barbalis

Obtenha a sua dose cultural em San Lorenzo Fuori le Mura, uma das sete principais igrejas de Roma. Pode não parecer muito do lado de fora, mas o interior vai deixá-lo sem fôlego. Colunas, escadas, arcos e um piso de mosaico são algumas das coisas que fazem deste edifício um dos que não pode perder.

Locais para comer em San Lorenzo

Devido à sua população estudantil, em San Lorenzo há sítios baratos e informais que são, no entanto, deliciosos.

Ferrovecchio é uma hamburgueria com um toque italiano. Oferece carne da Toscana e receitas gourmet que utilizam ingredientes italianos como queijo ricotta fresco salgado, ‘nduja (salame picante do Sul de Itália) e pães caseiros.

OSaid é um restaurante temático de chocolate situado numa antiga fábrica de chocolate. O ambiente industrial e o mobiliário vintage tornam-no o local perfeito para experimentar ravioli recheado com chocolate pela primeira vez.

Para começar a noite, dirija-se a uma das muitas cervejarias de San Lorenzo. O Luppolo 12 tem uma seleção impressionante de cervejas artesanais a preços de happy hour, e o Na Biretta Social Club oferece aperitivo por 5 euros. Il Serpente é um centro social no bairro para cervejas artesanais e boa companhia.

Lembre-se que as melhores noites em Itália terminam com um cornetto acabado de sair do forno, antes de ir para casa à mesma hora a que normalmente acorda. Na Cornetteria di San Lorenzo, um delicioso pastel só custa 50 cêntimos!

Qual é a comida preferida de um estudante italiano senão a pizza? O I Fratelli oferece um menu de almoço por 8 euros, e no Farinè serias olhado de lado se tentasses comer com talheres… é para isso que servem as tuas mãos!

where to stay in rome - Farinè pizza

Farinè 📷 @gianmarcovavalle

Melhores albergues em San Lorenzo

Talvez a tua hora de dormir não seja antes das 5 da manhã, mas mesmo assim precisas de uma cama! Estes hostels são óptimos para descansar… ou para continuar a festa!

Com um chef interno fazendo um ótimo cacio e pepe, você não deve precisar de mais motivos para escolher o Roma Scout Center. Este eco-hostel oferece pequeno-almoço gratuito (com pastelaria!) e uma receção aberta 24 horas por dia, para que tenhas sempre alguém a ajudar-te a encontrar o teu quarto depois de uma bebida a mais.

OYouth Station Hostel é um local colorido situado no coração de San Lorenzo que o fará sentir-se em casa graças à sua atmosfera acolhedora e ao seu bonito café. Este hostel foi recentemente renovado e é um dos poucos sítios em Roma onde não terás de pagar o Imposto Municipal!

where to stay in rome - youth station hostel canteen

ORome City Hostel oferece uma variedade de quartos privados à escolha, pequeno-almoço gratuito e um terraço exterior. Super perto da estação de metro e de supermercados, não há nada melhor do que este para conveniência.

5. San Giovanni – a melhor área de Roma para fazer como os romanos fazem

San Giovanni é uma zona agradável, longe da azáfama da cidade, mas suficientemente perto das estações de metro para ser um local conveniente para ficar. Os seus exuberantes parques e espaços abertos fazem deste o melhor bairro para todos os amantes da natureza que se sintam um pouco sobrecarregados pela vida citadina. Se procura uma forma autêntica e não turística de conhecer Roma, não procure mais!

where to stay in rome - girl standing by huge door in San Giovanni

📷 @cristinafonsousa

O que fazer em San Giovanni

San Giovanni recebe o seu nome da Basílica de San Giovanni in Laterano, a igreja mais antiga de todo o mundo ocidental. Esta obra-prima barroca fica mesmo em frente ao obelisco mais alto do mundo: mais de 32 metros!

where to stay in rome - Basilica di San Giovanni

📷 @francescatrl

A Itália está cheia de fontes de água termal e os romanos costumavam desfrutar de uma sessão de spa atrevida (sem toga) com bastante frequência. Em San Giovanni, poderá admirar o Caracalla Terme e todas as salas que constituíam este antigo spa.

San Giovanni é uma das zonas mais verdes de Roma e verá que os habitantes locais gostam mais de passear nos parques do que nos bares depois do anoitecer. Vá a um supermercado e compre um delicioso queijo italiano, um pouco de prosciutto e uma garrafa de vinho, e dirija-se a um parque para um piquenique perfeito. A Villa Celimontana possui uma vegetação luxuriante, ruínas e um obelisco imponente, e o Parque do Aqueduto é deslumbrante quando o sol se põe sobre os arcos antigos.

Por esta altura, já sabe que praticamente todos os bairros de Roma albergam um sítio arqueológico incrível. O Túmulo dos Cipiões, em San Giovanni, não desilude. Nesta maravilha subterrânea, ainda poderás ver sete sarcófagos da família Cipião, um dos clãs mais influentes da Roma Antiga.

Se gostas de uma noite de drag queens e purpurinas, deves saber que a Rua San Giovanni é o bairro gay de Roma, com clubes e bares incríveis para viveres o teu sonho de arco-íris. Coming Out e Poppe são dois dos mais populares entre a comunidade LGBTQ de Roma.

Locais para comer em San Giovanni

Se és o tipo de mochileiro que adora sentar-se num café enquanto preenche o seu diário de viagem ou escreve postais a amigos e familiares, já deves ter reparado que isso não é assim tão fácil de fazer em Roma. A cultura italiana do café tem tudo a ver com o expresso e com o facto de se beber café em movimento ou ao balcão. San Giovanni oferece um par de lugares onde poderá pedir um cappuccino e sentar-se durante horas, mas ainda assim a preços de café italiano – portanto, menos de 2 euros! Materia é um café esteticamente deslumbrante, coberto de plantas, onde tudo o que vê está à venda (uma óptima maneira de descansar os pés e comprar algumas lembranças ao mesmo tempo!) Funciona como um local de brunch e almoço, antes de se transformar num bar aberto até às 22h. O Anticafé é um conceito interessante vindo de França: paga-se pelo tempo que se passa lá e pode-se comer e beber o que se quiser.

O tiramisù é a sobremesa mais popular de Itália, e por boas razões. O café, o mascarpone e o cacau são combinados para criar um doce que o deixará a querer mais. O nome traduz-se literalmente para “pick-me-up” e é fácil perceber porquê! O Pompi é o melhor sítio para comer tiramisù em Roma, oferecendo a versão clássica e uma série de outras, como morangos ou banana e chocolate. Encontra-se por toda a cidade, mas a primeira loja foi aberta em San Giovanni!

where to stay in rome - pompi tiramisu

📷 @ineeslourenco

Durante a era da Proibição, os “Blind Pigs” eram locais secretos que vendiam álcool ilegalmente, e é aí que o bar speakeasy The Blind Pig recebe o seu nome. Mate a sua sede com um cocktail sofisticado, uma cerveja artesanal ou um copo de vinho antes de consultar o seu menu de fazer crescer água na boca. Imagine se o pão e a pizza tivessem um bebé, e se lhe adicionasse queijo stracciatella (como um mozzarella mais cremoso), anchovas sicilianas e pó de laranja… esta é uma das focaccias gourmet do Blind Pig que o tornam um local imperdível em San Giovanni.

Melhores albergues em San Giovanni

Os albergues em San Giovanni mantêm a vibração local e descontraída do bairro. Sentir-se-á em casa nestes locais, onde o relaxamento e o conforto são a principal prioridade.

OHostel Lodi parece demasiado bom para ser verdade. Situado numa villa art nouveau e rodeado por um jardim repleto de árvores de fruto, vai sentir-se como se estivesse num anúncio da Dolce & Gabbana. Tudo o que precisas agora é de um copo de vinho.

ODreaming Rome Hostel oferece pequeno-almoço gratuito e uma série de descontos para as principais atracções de Roma. Relaxe na rede de descanso no jardim interior ou jogue jogos na sala comum de tijolos expostos. Lá, podes colocar um pin de onde és num quadro de cortiça, o que é uma óptima maneira de quebrar o gelo.

where to stay in rome - group eating food at Dreaming Rome Hostel

dreaming Rome Hostel

ONika Hostel tem um ambiente de hotel, e é por isso que recomendamos que vejas os seus quartos privados. Marvin, o gerente, é sem dúvida o seu melhor trunfo, pois terá todo o prazer em ser o seu guia pessoal de Roma, dando-lhe todas as dicas privilegiadas de que possa precisar.

6. Prati – a melhor zona de Roma para tocar o céu com um dedo

Prati é um bairro muito chique onde se encontram estúdios de advocacia e edifícios de estilo liberty. Fica incrivelmente perto de São Pedro, uma das mais belas atracções da Cidade Eterna. Mas isso não significa que tenhas de gastar muito dinheiro para ficar nesta zona, especialmente se seguires as nossas dicas! Prepare-se para ter o melhor dos dois mundos.

where to stay in rome - St. Peter's cathedral

📷 @cbriangarcia

O que fazer em Prati

A principal razão para ficar nesta área de Roma é a sua proximidade com a Cidade do Vaticano e São Pedro. Na verdade, a Cidade do Vaticano não faz parte da Itália, mas é um dos países mais pequenos do mundo. Mas não te preocupes, não vais precisar do teu passaporte para entrar! A Basílica de São Pedro é um dos principais símbolos de Roma e poderás ver a sua famosa cúpula onde quer que estejas. A praça em frente é impressionante por si só, com mais de 200 colunas e 140 estátuas.

where to stay in rome - girl by fountain at St. Peter's cathedral

📷 @whatanotherlife

Se puder, entre na basílica e maravilhe-se com o triunfo do ouro e das decorações barrocas. Cada centímetro da igreja está coberto de detalhes, desde o chão até ao teto, e poderia facilmente passar horas a tentar admirar todos eles. A visita à basílica é totalmente gratuita, mas terá de pagar cerca de 8 euros se quiser chegar à cúpula e ver a beleza de Roma de cortar a respiração.

O Museu do Vaticano é um dos maiores complexos de museus em Itália, e o edifício em si é deslumbrante, com escadas em espiral e abóbadas com frescos. A coleção é incrivelmente vasta (pense no Louvre em grande!) e pode demorar mais de três horas só para fazer uma pequena visita guiada! A única coisa que não pode perder é a Capela Sistina, a obra-prima de Miguel Ângelo com o mundialmente famoso fresco do Juízo Final: sabe, aquela imagem de Deus e Adão a tocarem os dedos?

where to stay in rome - vatican museum staircase

📷 @cbriangarcia

Embora a proximidade com a Cidade do Vaticano seja uma das maiores vantagens de Prati, o próprio bairro merece uma visita. A praça principal é a Piazza Cavour, onde se encontra o impressionante edifício branco da Cassazione, o tribunal de Itália.

Se queria dar uma espreitadela à catedral de Milão, mas não conseguiu encaixá-la na sua viagem, não se preocupe! Pode encontrar uma igreja gótica semelhante (embora muito mais pequena e menos impressionante!) na Igreja do Sagrado Coração de Sufrágio, mesmo em frente ao Tibre.

Se estiveres pronto para gastar algum dinheiro, a rua Cola di Rienzo é um dos principais destinos de compras em Itália, oferecendo lojas de luxo e de rua.

Locais para comer em Prati

Obviamente, a pizza em Roma é óptima, mas se quiseres provar algo típico da Cidade Eterna, deves experimentar a pinsa. A diferença está na massa, que é feita com diferentes tipos de farinha e mais água, tornando-a mais fácil de digerir. Se quiser experimentar (e ver se gosta mais do que a pizza), dirija-se ao Pinsa’Mpo, um local que serve mais de 20 variedades de pinsa, todas deliciosas.

A Osteria di Birra del Borgo é uma das preferidas dos locais, perfeita para um jantar agradável e um bom vinho. Quer queira massa, carne ou pizza, é garantido que sairá deste sítio satisfeito… e cheio!

Para relaxar numa noite de verão, o bar de vinhos Passaguai é a sua melhor aposta. Este bar subterrâneo (literalmente!) serve uma grande seleção de vinhos que podem ser acompanhados por ricas tábuas de queijos ou carnes curadas italianas. O Sorpasso é o seu restaurante irmão, um pouco mais moderno (pense em tijolos expostos e lâmpadas Edison) e com uma maior seleção de comida. Experimente o trapizzino, uma sanduíche com focaccia em vez de pão (eu sei, genial!) que o vai encher por apenas 3,50 euros.

Se estiver farto de pizza e massa, pode gostar do Ted, um local de inspiração americana que vende rolos de lagosta, tacos de peixe e hambúrgueres. É um pouco caro, mas muito saboroso e uma boa mudança de gosto!

Melhores albergues em Prati

Os hostels em Prati combinam com a vibração chique do bairro, mas a preços de mochileiro. Desfrute desta zona incrivelmente perto das melhores atracções de Roma, mas não demasiado turística, reservando um destes excelentes hostels.

O melhor trunfo doColorsé o seu terraço, e tomar um pequeno-almoço buffet é a melhor maneira de começar o dia. Os quartos são espaçosos e limpos, e pode optar por reservar um dormitório ou um quarto privado. Este é o local perfeito para uma experiência de hotel de luxo a um preço de hostel!

where to stay rome - hotel colours - terrace

📷 Hotel Colors

OComic’s Guesthouse é um divertido hostel com temática de banda desenhada, com uma sala de jogos com consolas PlayStation e Wii. Os quartos são coloridos e decorados com banda desenhada e arte de super-heróis. Sabe aquele quarto que sempre quis ter em criança mas que nunca conseguiu porque tinha medo que fosse demasiado nerd? Sim, é isso mesmo.

Esperamos que este guia interno de Roma o ajude a descobrir os bairros perfeitos para a sua viagem. Está mais interessado na história de Roma ou está decidido a fazer um tour gastronómico? Deixe-nos saber nos comentários abaixo se já ficou num destes bairros, ou se conhece algum bairro que acha que outros mochileiros não devem perder. Veste as tuas calças mais largas e os teus sapatos mais confortáveis e prepara-te para explorar Roma!

where to stay in rome - 3 girls by trevi fountain

📷 Court Prather

Sobre o autor:

Olá! Chamo-me Linda e nasci em Roma, sob a constelação de Aquário. Os meus passatempos incluem desenhar em chávenas de café ☕️, brincar com purpurinas✨ e fingir ser uma bruxa 🧙‍♀️. 🌍 Lugar preferido na Terra: Budapeste, Hungria 🏡 Hostel preferido: Clink261 – Londres, Reino Unido. Vê-me no ‘gram @lindasaidmeow!

Onde é que vou a seguir? ⬇️

🌟 O nde ficar em Veneza: um guia dos bairros

🌟 O s melhores hostels de Roma para sua viagem Dolce Vita

coisas chiques para fazer em Florença com um orçamento de mochileiro

Deixe um comentário

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Scroll to Top