As suas melhores dicas para Amesterdão – conselhos de pessoas que já lá estiveram

Language Specific Image

Perguntámos aos nossos fãs no Facebook: “Qual é a tua melhor dica para Amesterdão? Ciclovias, bairros e barcos de canal são apenas algumas das coisas que surgiram. Descubra o que mais…

Não se deixe abater

Jamie Prendergast diz:

Antes de atravessar a estrada, olhe para os dois lados, para as bicicletas… depois para os eléctricos… depois para os peões locais… depois para os carros. Faça isto e sobreviverá à sua viagem.

Umbreen Hafeez diz:

Não esquecer as ciclovias, pois isso irrita muito os habitantes locais.

Anna EC diz:

Se puderem, comprem mercearias! Os restaurantes são limitados… E usem sapatos confortáveis e tenham cuidado com os motociclistas (bicicletas)!

Desfrutar de uma cerveja

Sander Kok diz:

Vá à cervejaria ‘t ij e beba uma cerveja. E enquanto estiver em Amesterdão, apanhe um comboio para ver mais dos Países Baixos. Os Países Baixos são mais do que apenas Amesterdão e muitas pessoas esquecem-se disso!

Engin Eryigit diz:

Ver a “Casa de Bols”! (em frente ao Museu Van Gogh). Não sei o que há lá dentro, mas o nome é fixe! 🙂

Jevon Ryan diz:

Dirija-se ao Moinho de Vento De Goyer e compre cerveja(s) na cervejaria que se encontra no antigo moinho de vento e antiga casa de banho pública. Só estão abertos das 15:00 às 20:00 e produzem bebidas espumosas de estilo belga. Sente-se no pátio ao longo do canal e debaixo de um moinho de vento e deixe o mundo passar por si. Também é de esperar que se ponha à conversa com pessoas aleatórias que aparecem por lá. Acabei por falar com um casal de velhos holandeses que me levou a passear pelos bares durante a noite. Volte para o seu albergue tarde da noite com um sorriso e um tropeço.

Aline Inocencio diz:

Tomar uma cerveja no ‘t Arendsnest, com vista para o canal.

Dan Rynoe Ryan diz:

Desfrutar de uma tarde de sol relaxante com algumas latas de Heineken no Vondelpark a ver o mundo passar…

Visitar um museu

Criss Cheverez diz:

A minha melhor dica para Amesterdão é o Rijksmuseum. Não deve ser esquecido com todos os locais habituais a serem explorados, como a Casa de Anne Frank. E lembre-se de que as bicicletas pretas são propriedade do Estado, qualquer pessoa pode usá-las para percorrer a cidade cheia de cultura.

Renata Buarque diz:

Vá visitar o “Museu do Sexo” Damrak Str, 18, perto da Estação Central de Comboios. O museu é muito engraçado e interessante… vai garantir-lhe boas gargalhadas! O preço do bilhete é muito barato, por isso, porque não ver algo engraçado e invulgar?

Lori Dick diz:

A Heineken Tour, especialmente para ver o empregado a bater os copos quando serve. E também o Museu Van Gogh.

Helen Hancock diz:

Anne Frank Huis, porque é espetacular, e os mercados Albert Cuyp, para comer grandes fatias de queijo, fruta e legumes bonitos e ter a oportunidade de ver a vida normal dos holandeses : )

Basta explorar…

David Scott diz:

Amesterdão – saia do cliché e desfrute de tudo o que ela é… Adoro esta cidade relaxada, culta e alternativa!!!

Fay Gardner diz:

Passear pelas Nine Streets no bairro de Jordaan. É uma zona muito acolhedora da cidade, com pequenos cafés, boutiques e bons bares holandeses!

Uraaaa¡a Purkart diz:

Perca-se no labirinto de canais e pontes, explore algumas lojas vintage e de discos e, quando descobrir onde está, dirija-se à feira da ladra de Waterlooplein e regateie algumas coisas boas.

Fenella Cook diz:

Perder-se completamente e, com sorte, encontrar o melhor restaurante de tapas a que já fui…. não me lembro onde é!! Também tens de visitar a casa de Anne Frank.

Andar de bicicleta

Sally Rawsthorne diz:

Andar de bicicleta pelo Vondelpark num dia de sol, beber uma cerveja no parque, ir às compras, ir ao espantoso museu Van Gough, ver a parte de história holandesa do Madame Tussaud’s – tirar algum tempo para apreciar a cidade espantosa que Amesterdão é fora do Red Light District/cafés.

Jennifer Mitchell diz:

Alugue uma bicicleta por 48 horas, porque não pode fazer tudo num dia, esta é a melhor maneira de conhecer a cidade, e vá ao Vondelpark, compre algum queijo no supermercado (eles têm uma grande variedade, claro). Depois, faça um piquenique em frente aos lagos, rodeado de pássaros e patos. Podes ver os habitantes locais a jogar xadrez gigante na praça Max Euweplein, depois tens o Museu Van Gogh e a Heineken Experience e, para além das visitas habituais, como o Museu Anne Frank (que é muito emotivo), podes ir ao Melkweg para te divertires também.

Alguns sítios para comer

Claudia van Tunen diz:

Tomar o pequeno-almoço no Le Pain Quotidien, comer um bolo no De Taart Van M’n Tante (mesmo que não goste de bolos, porque este sítio é simplesmente lindo), passear de bicicleta, fazer compras no De Dappermarkt ou no Albert Cuyp e jantar num dos encantadores restaurantes africanos em Oud West (fenan Afrika).

Ceci Medi diz:

Comer um ótimo pankake na “Sara’s Pankake House” e comer os famosos “stroopwafels” Mmmm… Delicioso!!!

Eric Kaye diz: Não coma no FEBO:

Não comas na FEBO quando estiveres sóbrio.

Rich Theemling diz: Não coma no FEBO quando estiver sóbrio:

Um dos meus lugares preferidos para relaxar e apreciar a atmosfera de Amesterdão é o Café Winkel, junto à Noorerder Kerk (Igreja do Norte) – a 10 minutos a pé do centro de Amesterdão. Não só servem a melhor tarte de maçã que alguma vez comi, como também têm uma maravilhosa área de estar ao ar livre, perfeita para observar as pessoas e apreciar a atmosfera local. Além disso, ao contrário de muitas partes do centro da cidade, que podem estar cheias de turistas, o ambiente é muito “orgânico” e “local”. E não deixe de provar o slagroom caseiro (chantilly). E não ande no pavimento vermelho (ciclovias).

Fazer um passeio pelos canais

Cati Esteva Trulla diz:

Desfrutem de um passeio pelos canais, visitem o Museu Van Gogh, visitem o mercado das flores, sentem-se em qualquer bar que queiram e respirem a maravilhosa atmosfera desta cidade… e andem de bicicleta, claro.

Rosie Linda Mosqueda Pasimio diz:

Desfrute do passeio pelo canal e procure a famosa casa de empena ‘Pai, mãe, irmã e irmão’…

Meryl Everett diz: Compre um passe de 24 horas para o canal:

Compre um passe de 24 horas para o canal. Leva-o até ao meio-dia do segundo dia e pára em museus, etc. É a forma mais fácil de se deslocar.

Onde ficar…

Alexandra Joudon diz:

Fique no FlyingPig Hostel Downtown. É muito divertido e fica perto de tudo. Também não se esqueçam de ir à placa iamamsterdam!

Berke Oran diz: Não deixe de visitar o Bob’s Youth Hostel:

Visite o lounge do Bob’s Youth Hostel.

Nicolas Synnott diz: Dormir no Flying Pig:

Dormir no Flying Pig.

Kellie Renshaw diz: Ficar num barco/barco-hotel:

Ficar em um hotel/hostel de barco/barcaça.

E mais uma…

Grace Salinas diz: A melhor maneira de se deslocar em Amesterdão é andar de bicicleta:

A melhor maneira de se deslocar em Amesterdão é de bicicleta. É a forma mais comum e mais fácil de se deslocar. Visite a casa de Ann Frank – uma experiência muito poderosa. Andar de bicicleta até ao Vondelpark e para aqueles que gostam de fotografia, este tem um local muito fixe que tem letras enormes de AMSTERDÃO. Visite também o famoso e belo Red Light District. Aqui, podes ver os bares/clubes de cozinha, sex shops e cafés que a cidade tem para oferecer. É uma experiência muito divertida. Não te esqueças de visitar a experiência Heineken, a Praça Dam e o Museu Van Gogh. Há muitas coisas grátis para fazer em Amesterdão… uma cidade tão bonita.

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Rolar para o topo