Viajar barato e ser feliz mochilando: Entrevista com Jana Rosa

Language Specific Image

Viajar barato, conhecer gente, ver o mundo. Nós sabemos como pode ser angustiante querer sair da bolha do dia a dia e conhecer o mundo, mas não saber nem por onde, nem como começar. Dúvidas começam a pipocar: “Mas será que mochilão é pra mim?”, “Não tenho companhia, será que devo viajar sozinho?”, “Só tenho R$3 na conta, e agora?” e quando você percebe está paralisado.

Mas calma, não priêmos cânico, para nos ajudar a desatar estes nós e dar um monte de dicas boas para mochileiros novatos, chamamos nossa diva das viagens baratas e musa misteriosa desta internet, a Jana Rosa.

Vem, que a entrevista está ótima.

Foto 1

Pra quem nunca fez um mochilão antes, como saber se este tipo de viagem combina com você?

Um mochilão pode ser o verdadeiro, com a mochila nas costas e viagem de um mês por vários países da Europa, mas também pode ser o que envolve uma mala de rodinha. Mas mochilar é essa vontade de conhecer lugares, viajar barato, ficar em hostel, conhecer gente nova, ter muitas histórias e experiências. Pra pessoa saber se combina com ela tem que saber se tá disposta a uma aventura e a voltar pra casa cheia de assunto, quem gosta de se isolar ou viajar num esquema rico com conforto demais e luxo tem que repensar a ideia.

O que não pode faltar na bagagem de uma it-pobrinha (leia-se: pessoas que fazem viagens baratas)?

Carregador universal! Um tênis confortável, roupas fáceis de lavar na máquina e que nao precisam passar, muitos remédios pras doenças que podem aparecer, protetor solar, biquini, ah… tanta coisa! Também sempre levo um ou dois livros e olho tudo como se fosse a última vez. Já perdi roupa esquecendo em hostel, às vezes elas simplesmente ficam gastas e tenho que deixar pra trás, já perderam minha mala… O importante mesmo é ter seu passaporte bem perto. Eu levo uma bolsinha, que nunca sai do corpo, com ele e os cartões.

Foto 2

Alguma dica para conhecer pessoas em viagens? E pra tímidos?

Ficar em quartos compartilhados! Você tem que falar com as pessoas, nem que seja “bom dia”, “boa noite” e isso acaba gerando assunto, que pode virar um convite pro bar, onde você conhece mais um monte de gente.

Qual país que você já passou tem o povo mais amigável?

Brasil! Mas gostei dos colombianos, amo os espanhóis, os turcos, ainda não fui pra Austrália, mas amo todos os australianos que conheço. E acho que no Atacama tem o maior clima de amizade e good vibes do mundo.

E o melhor hostel que você já ficou na vida? Como foi?

Eu amei o Loki, em La Paz, porque era um party hostel e vivi muitas maluquices nele, conheci umas pessoas legais e outras loucas, todos os funcionários eram muito gente boa e a cidade é muito legal. Tem um clima muito bom, meio mágico.

Foto 3

Você, que é uma expert em hostels, tem dicas de como escolher o hostel certo?

Pra mim tem que ser: localização e limpeza ótimas! Tem que olhar a segurança também e se tem boas notas no Hostelworld. Ah! E eu leio os reviews pra ver se as pessoas falam coisas boas ou se só tem histórias ruins.

Você pensa em escrever um livro de viagem?

Sim! Quero muito, mas ainda tenho que viajar pelo Brasil, ficar um tempo na Ásia e ir pra alguns países da África e Austrália… será que consigo até o ano que vem???

Nós temos certeza que SIM, Jana!

Se você ficou inspirado por este post ou simplesmente ainda tá cheio de dúvidas sobre mochilão e viajar barato: TEMOS UMA BOA NOTÍCIA!

A Jana vai invadir o nosso twitter para responder perguntas sobre mochilão, viagens, como se virar e ser econômico. Então, se você quiser entrar no papo, se liga em como vai ser:

1) Nosso tweet-chat vai acontecer na próxima segunda, dia 24/08, das 14h às 15h.

2) Para participar é só twittar a sua pergunta com a hashtag #AjudaJana. A Jana vai fazer o possível para responder todo mundo pelo nosso twitter, por isso…

3) Não esqueça de seguir a gente(@Hostelworld_PT) para não perder nada!

Estamos combinados?

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Rolar para o topo