25 dos melhores livros de viagem para quando se está preso em casa

Language Specific Image

Graças a Deus pelos livros, com a sua capacidade mágica de nos transportar para todos os cantos do mundo com o virar de uma página. Podemos nem sempre poder viajar tanto quanto gostaríamos, mas todos os leitores de longa data sabem que há mais do que uma forma de escapar. Se está à procura de uma leitura que o leve numa viagem sem limites, esta lista dos melhores livros de viagens vai alimentar o seu bichinho das viagens.

1. A Volta ao Mundo em 80 Comboios (2019) – Monisha Rajesh

Este relato de viagem segue a autora em 45.000 milhas de viagens de comboio, através de destinos como a Coreia, a Mongólia e o Cazaquistão. Embora as descrições das paisagens sejam fascinantes, são os relatos dos outros passageiros que dão vida ao livro. Todos nós já estivemos ao lado de pessoas que respiram pela boca e de homens que se espalham no comboio – os relatos da autora sobre aqueles que inicialmente a irritaram, mas que acabaram por a encantar, vão fazê-lo rir às gargalhadas. Este é apenas o lembrete de que precisa da glória de viajar de comboio enquanto se precipita pelo tubo com a cabeça no sovaco de um estranho.

best travel books - reading a book with a coffee

Foto de Anthony Tran no Unsplash

2. Shantaram (2003) – Gregory David Roberts

Embora esta “história verídica” tenha sofrido reacções negativas por ter usado uma licença poética considerável, continua a ser um dos melhores livros de viagens que existem. A história segue um ladrão à mão armada e toxicodependente condenado que foge da prisão australiana para o submundo de Bombaim. Leia-o para se entreter com uma boa história e para exercitar a parte superior do corpo… Com 943 páginas, é um livro que vai querer ler no seu Kindle.

3. Na Natureza Selvagem (2007)Jon Krakauer

Num dos melhores livros de viagens de todos os tempos, Jon Krakauer revela a notável história de Chris McCandless, ou Alexander Supertramp, como mais tarde se chamou a si próprio. Um homem que, desencantado com a sociedade, deixou tudo o que conhecia e embrenhou-se na natureza selvagem do Alasca em 1992. Esta leitura de partir o coração, mas instigante, explora as motivações daqueles que deixam a civilização para trás e vão em busca de iluminação através da solidão e do contacto com a natureza.

4. As Lições dos Pinguins (2016) – Tom Mitchell

Este livro de memórias inspirador segue um professor expatriado que vive a vida alta em Buenos Aires, que um dia visita o Uruguai e acaba por salvar um pinguim de uma mancha de óleo. Como é que se faz. Quando Juan Salvador (o pinguim) não sai do lado de Tom, ele não tem outra opção senão levá-lo clandestinamente para o outro lado da fronteira e de volta à escola. Esta história comovente recordar-te-á os amigos inesperados que conheceste nas tuas viagens e todas as lições que te ensinaram.

5. A Bondade dos Estranhos (2018) – Fearghal O’Nullain

Esta coleção de contos é escrita por aventureiros como Ed Stafford, Sarah Outen e Al Humphreys. Apresenta viagens ousadas através de terrenos desafiantes, seja na Nova Guiné, no Deserto de Gobi ou na Selva de Calais, em alturas em que, quando precisavam de ajuda, apareceram estranhos simpáticos para salvar o dia. Este livro vai despertar o seu sentido de aventura e restaurar a sua fé no mundo, além de que todos os direitos de autor revertem diretamente para o trabalho da Oxfam com os refugiados.

best travel books - reading a book on a bed

Fotografia de Nicole Honeywill no Unsplash

6 . Miss-Aventuras: Uma história de ignorar conselhos de vida enquanto fazia mochila pela América do Sul (2017) – Amy Baker

Já alguma vez recebeste um “conselho” exagerado de alguém que gostarias que se metesse na tua vida? Em Miss-Adventures, exasperada com o facto de toda a gente achar que sabe mais do que ela, Amy decide evitar completamente todos os conselhos. Depois de muitos percalços engraçados, começa a perguntar-se se essas pessoas não estariam a fazer alguma coisa. Comparando os seus conselhos com os de “pessoas inteligentes” conhecidas, como Madre Teresa e Tina Fey, ela estabelece, de uma vez por todas, quem é que vale mesmo a pena ouvir. Divulgação total… fui eu que escrevi isto.

7. Vagabonding (2002) – Rolf Potts

Se, da próxima vez que partir em direção ao pôr do sol, quiser que seja por um longo período, este guia clássico para viagens de longa duração é uma leitura obrigatória. Para além de dar sugestões sobre o que deve levar na mala e como financiar a sua viagem, oferece uma perspetiva sobre o que pode aprender ao tirar um tempo da sua vida normal para ver o mundo. Este é o motivador perfeito para aqueles que querem ver o mundo, mas estão preocupados com a falta de tempo e de fundos.

8. Sete Anos no Tibete (1952) – Heinrich Harrer

Antes de ser um filme protagonizado por Brad Pitt, foi uma sensacional história de aventura escrita pelo alpinista austríaco Heinrich Harrer. Depois de uma tentativa de escalar um dos picos dos Himalaias ter sido posta de lado pela Segunda Guerra Mundial, Harrer deu por si a fugir dos britânicos na Índia, atravessando os Himalaias até ao Tibete, onde permaneceu entre 1944 e 1951 e acabou por fazer amizade com o Dalai Lama. Leia este livro para conhecer o coração e a mente de um verdadeiro aventureiro.

9. Selvagem (2015) – Cheryl Strayed

Após a morte da mãe, a rutura do casamento e uma queda no vício, Cheryl Strayed decidiu embarcar numa caminhada a solo de 1.100 milhas ao longo do Pacific Crest Trail, nos EUA. O livro, frequentemente citado como um dos melhores livros de viagens, acompanha Strayed no luto pela sua mãe e pela sua relação, e serve para recordar a resiliência humana, o poder de estar sozinho e a força interior que nasce das viagens a solo.

10. A Arte de Viajar (2003) – Alain de Botton

Este livro do famoso filósofo britânico é menos uma exploração de onde vamos, e mais uma explicação do porquê de irmos. Explorando de forma eloquente os aspectos menos conhecidos e menos glamorosos das viagens, o autor faz-nos reconsiderar as nossas motivações para ver o mundo. Leia-o para reviver memórias de viagem há muito esquecidas e para compreender melhor o seu desejo de visitar novas terras.

Best travel books - Picking a book on a shelf

Foto de Christin Hume no Unsplash

11. Partidas: Um guia para deixar ir, uma aventura de cada vez (2018) – Anna Hart

Departures é um relato caloroso das experiências da jornalista de viagens Anna Hart ao viajar pelo mundo na última década. Celebra as coisas inesperadas e, por vezes, absolutamente terríveis que acontecem na estrada – e porque é que são frequentemente estes momentos que formam as nossas melhores memórias. Quando se viaja, não se pode planear tudo – este livro é um lembrete encantador de que as melhores coisas acontecem muitas vezes quando se improvisa.

12. Sozinhos (2017) – Victoria Kellaway, Karen Attman, Emma Newbery

Esta antologia apresenta 36 ensaios de mulheres que exploraram a América Latina, uma região que muitos foram ensinados a temer. Estes relatos honestos, sinceros e muitas vezes hilariantes de aventuras femininas a solo captam o que há de melhor em viajar sozinha e são uma leitura essencial para qualquer pessoa que esteja a ponderar se é capaz de o fazer.

13. Three Cups of Tea (2008) – Greg Mortenson e David Oliver Relin

Depois de uma tentativa aterradora de escalar o K2, Greg Mortenson dá por si a cambalear, desidratado e gelado, numa aldeia pobre do Paquistão. Depois de ser tratado pelos habitantes da aldeia, promete regressar para construir uma escola. Claramente um homem de sucesso, este projeto rapidamente se multiplica por 55 escolas, na sua maioria para raparigas, em todo o Paquistão e Afeganistão, e passa-se na época da subida ao poder dos Talibãs. Leia este livro para se lembrar do impacto que podemos ter nos países para onde viajamos.

14. As Calças de Perspetiva: A aventura de 3000 quilómetros de corrida de uma mulher através das regiões selvagens da Nova Zelândia (2017) – Anna McNuff

Neste livro de memórias de amadurecimento, Anna McNuff, a rainha da aventura, percorre 3.000 quilómetros pelo interior da Nova Zelândia no Te Araroa Trail. Ela enfrenta passagens de montanha, rios caudalosos, corre até 52 km num dia e dorme em estado selvagem. Acompanhamos Anna na sua viagem até aos limites daquilo que ela acredita ser capaz de fazer. Leia este livro se a aventura o atrai e se precisa de um empurrão na direção certa.

15. Alone on the Wall: The Ultimate Limits of Adventure (2016) – Alex Honnold com David Roberts

Esta incursão de roer as unhas na mente de Alex Honnold – o melhor alpinista “free solo” do mundo (sem cordas) – é uma leitura impressionante, mesmo que lhe possa dar vertigens. Alex recorda os seus sete feitos de escalada mais extraordinários, incluindo o Half Dome de Yosemite e o El Sendero Luminoso no México. O livro explora os pormenores de como e porquê Alex faz o que faz, o que o torna a escolha ideal para aqueles que se sentem impelidos a perseguir as suas paixões, por mais loucas que sejam.

best travel books - reading a book with a dog

Foto de sarahgracesharp no Unsplash

16. Viagem Revolucionária: Na Estrada em Busca do Verdadeiro Irão (2018) – Lois Pryce

No auge da tensão entre os governos britânico e iraniano, Lois Pryce decidiu pegar na sua mota e partir sozinha numa viagem de 3.000 milhas de Tabriz a Shiraz, no Irão. Lois desvenda o coração do país através de relatos sinceros e divertidos de interacções com o povo iraniano. A leitura perfeita para viajantes intrépidos, desejosos de traçar os seus próprios caminhos.

17. Rio de Sangue: Uma viagem ao coração partido de África (2008) – Tim Butcher

Este livro é um relato fascinante do correspondente do Daily Telegraph, Tim Butcher, sobre a famosa expedição de H.M. Stanley, um grande aventureiro vitoriano, através do Congo. O relato de Tim sobre a sua viagem, as pessoas que o ajudam ao longo do caminho e a história do país ficarão na sua memória muito depois de terminado o livro. Leia este livro para se informar sobre uma parte do mundo menos conhecida.

18. Amor com uma Chance de Afogamento (2013) – Torre De Roche

Escrito pela bloguista de viagens Torre DeRoche, Love with a Chance of Drowning (Amor com hipótese de afogamento) parece saído de todos os seus pesadelos de chick-lit, mas na realidade é um relato perspicaz de uma mulher que ultrapassa os seus medos para navegar pelo Oceano Pacífico. As suas descrições da viagem, da paisagem e da sua experiência vão fazê-lo querer zarpar também. Pegue num exemplar se é o medo que o impede de reservar o bilhete.

19. A Casa do Califa – Um Ano em Casablanca (2007) – Tahir Shah

Este livro, muito bem escrito, segue Shah enquanto ele desenraíza a sua família e a muda de Londres para Marrocos durante um ano. Seguimo-los à medida que se aclimatam a uma nova cultura e vemo-los negociar com a burocracia, com os gangsters e até com os jinns, espíritos malévolos que pretendem causar estragos. Leia este livro se estiver a pensar mudar-se para um local exótico.

20. Down Under: Viagens num País Queimado pelo Sol (2015) – Bill Bryson

Sinceramente, se gosta de viajar (e de rir à brava), devia ler todo o catálogo de Bill, mas este pequeno livro é um dos mais apreciados e está frequentemente no topo das listas dos melhores livros de viagens de todos os tempos. Down Under segue as viagens de Bill pela Austrália, através de muitos encontros hilariantes com condições climatéricas extremas, fauna local e um elenco de australianos de morrer. Se está à espera que o visto de trabalho australiano chegue à sua caixa de correio, este é o livro ideal para si.

best travel books - reading a book on the beach

Foto de Social Cut on Unsplash

21. A Cidade Perdida de Z: A Lendária Busca Mortal de um Explorador Britânico para Descobrir os Segredos da Amazónia (2017) – David Grann

A Cidade Perdida de Z é uma mistura fascinante de história, biografia e relato de viagem que procura descobrir o que aconteceu a Percy Fawcett depois de ter entrado na selva amazónica em busca da Cidade Perdida de Z. Trata-se de um mergulho esclarecedor na história e na cultura de uma região que se tornou um ponto de atração turística. Recorda-nos que, muito antes dos passeios de barco e dos autocarros que transportavam mochileiros, a Amazónia era um mundo desconhecido, no qual algumas almas corajosas tiveram a coragem de entrar.

22. A Geografia da Felicidade (2008) – Eric Weiner

Depois de anos a viajar pelos cantos mais assustadores do mundo para o seu trabalho como correspondente estrangeiro, Eric Weiner decide passar um ano a visitar alguns lugares felizes, para variar. Neste livro, viaja para países como o Butão, a Índia, a Islândia, a Tailândia e a Moldávia para descobrir a visão única de cada país sobre a felicidade e, em última análise, determinar quem é o mais feliz de todos nós. Este é um bom livro para todos os viajantes incessantes, constantemente em desacordo com o local do mundo onde se pode ser mais feliz.

23. Viajar como um ato político (2018) – Rick Stevens

Através de histórias emocionantes da sua vida na estrada, o aclamado escritor de viagens Rick Stevens explora as viagens como uma forma de abrir a mente e tornar-se um melhor cidadão do Planeta Terra.

24. Viagens ao Outro Lado do Mundo (2018) – David Attenborough

Este livro coloca o leitor no bolso da cagoule de um dos maiores historiadores naturais do nosso tempo e dá-nos a conhecer as suas viagens. De Madagáscar à Nova Guiné, de Tonga ao Território do Norte, ficamos a conhecer as interacções de Attenborough com pessoas e animais em alguns dos cantos mais raramente visitados do planeta.

25. Não vás para lá: De Chernobyl à Coreia – a busca de um homem para se perder e encontrar todos os outros nos lugares mais estranhos do mundo (2018) – Adam Fletcher

Há sítios onde até os viajantes mais corajosos preferem desviar-se, mas não Adam Fletcher! Se for perigoso, ele reserva um bilhete. Neste livro de memórias histérico, seguimos Adam enquanto ele visita alguns dos lugares mais estranhos e menos hospitaleiros do planeta, incluindo a Coreia do Norte, Chernobyl e a Transnístria, um país soviético.

Descarregue a aplicação Hostelworld para começar a planear a sua lista de desejos de viagem!

Sobre o autor:

Amy Baker é a autora de Miss-Adventures: A Tale of Ignoring Life Advice While Backpacking Around South America, e fundadora da The Riff Raff, uma comunidade de escritores que apoia aspirantes a escritores e defende autores estreantes. Pode seguir a Amy no Twitter aqui.

Continue lendo: ⬇️

🌟 35 filmes clássicos que vão alimentar o seu desejo de viajar e inspirá-lo a viajar pelo mundo

🌟 O guia de um jogador de futebol sobre como poupar dinheiro para viajar

🌟 10 dicas para o ajudar a planear a sua viagem à volta do mundo

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Rolar para o topo