Como não falir em Copenhagen: 24h na capital da Dinamarca

Language Specific Image

Foto 1

Quando o assunto é custo de vida, a fama de Copenhagen (e da Escandinávia em geral) não é das mais atraentes. Todo mundo já ouviu de alguém que viajou pra lá o quão caro tudo é por aquelas terras. Como todo viajante, digamos, consicente, eu não sou daqueles que quer ficar falido só para conhecer uma cidade diferente. Pois saiba que quando passei 24 horas em Copenhagen, na Dinamarca, vi e fiz um monte de coisas sem gastar muita grana. Vou te contar como…

Primeiro de tudo: pausa para apreciar e admirar toda a beleza de Copenhagen. A cidade é o paraíso para os ciclistas e o transporte público tem preço razoável, além de ser limpo e eficiente. Já começou bem

Foto 2

Fiquei hospedado no incrível Generator Hotel, perto do metrô de Kongens Nytorv, lugar perfeito para encontrar festas boas e baratas. O hostel é repleto de gente aventureira, tem um monte de informações sobre a cidade e suas atrações, além de uma estrutura ótima e atendimento bacana. Destaque para o terraço externo espaçoso e aconchegante, WiFi potente, jogos e até uma rede para relaxar.

Foto 3

Foto 4

Foto 5

A comida é maravilhosa, e dando uma pesquisada básica, dá para comer bem sem extrapolar o bolso. O ponto alto da minha experiência com a culinária dinamarquesa foi um pequeno café chamado The Bookshop que é, literalmente, uma cafeteria dentro de uma típica livraria/biblioteca. Comida boa e uma vibe ainda melhor. Para maximizar o tempo, uma boa dica é pegar um tradicional (e delicioso) hot dog local e comer no caminho.

Foto 6

Como em qualquer capital, as ruas respiram arte e cultura. Artistas de rua encantam os passantes, tem sempre música ao vivo nos pubs e, claro, os museus esbanjam coleções de arte das mais interessantes. Uma bela descoberta foi um projeto local de transformar aquelas cercas feias de construções em verdadeiras telas para os talentos dinamarqueses. Em toda parte se vê instalações de arte mudando a cara da cidade – tudo pago por fundos arrecadados pela venda de espaço publicitário em outros canteiros de obras. Genial!

Foto 7

Eu queria ver o máximo possível no curto tempo em que estaria por lá, então resolvi fazer uma caminhada guiada que acabou sendo sensacional! Não só consegui ver os principais pontos históricos e culturais, como o Tivoli, o segundo mais antigo parque de diversões, o Palácio Real e a Igreja de Mármore, mas também aprendi alguns fatos sobre figuras heróicas menos conhecidas que ajudaram a tornar esse país tão incrível.

Foto 8

Nosso guia também nos mostrou onde fica a famosa estátua da Pequena Sereia, que celebra o famoso escritor de fantasia Hans Christian Andersen. O melhor de tudo? O tour foi de graça! E eles ainda têm sempre várias dicas de bons lugares para comer e beber pagando pouco.

Foto 9

Se tudo isso já não fosse o bastante, não dá também para deixar de se encantar com a beleza das paisagens da cidade. Os parques são belíssimos e o canais dão o clima perfeito para curtir o por do sol. As famosas casinhas pintadas de Nyhavn sediam bares e restaurantes super badalados. E não precisa ser nenhum milionário para sentar na beira da água e apreciar o horizonte…

Foto 10

Conclusão: Não deixe de conhecer Copenhagen, essa cidade linda!

Foto 11

Colin R. (@sir_colinr) Colin R. faz parte da equipe de Social & Content do Hostelworld, é cantor/guitarrista da Empire Kings e fanático por esportes.

Foto 12

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Rolar para o topo