9 cidades para visitar com até R$1.000

9 cidades para visitar com até R$1.000

“Não tá fácil para ninguém” é uma das frases mais repetidas dos últimos tempos. É, não tá, mesmo. E quem tem ânsia de viajar e sair por aí tem plena noção disso, já que fica bem complicado fazer planos de viagem que caibam no orçamento. Mas além de ser brasileiro e não desistir nunca, a gente também tá de olho em destinos que podem facilitar a nossa vida, e deu para achar umas viagens legais para fazer com até R$1.000. Para começar, um ponto importante na hora de escolher uma viagem mais barata, além de saber que é possível encontrar boas opções de hostels, claro. A boa é conhecer aquelas cidades onde é divertido bater perna, andar para cima e para baixo, e observar as pessoas, a cultura, a arquitetura, a natureza… Enfim, prepare os pés e escolha calçados confortáveis!

Ao fazer essa conta, consideramos viagens entre 5 e 6 dias com “orçamento mochileiro”, ou seja, hospedagem em hostels com quartos compartilhados, comidinhas ao longo do dia (café da manhã, almoço e jantar), andar pela cidade de transporte público, com duas passagens por dia, e gastanças aleatórias, mas modestas ;). Lembrando que algumas economias que parecem bobas, como usar a cozinha do hostel para algumas refeições, podem render uns dias a mais de viagem ou mesmo um dia de ostentação na cidade. Aí fica pela administração de cada um!

“Você tá falando de viajar com R$1.000 COM A PASSAGEM?” Não, desculpa. =(

Mas quem se aperta assim para viajar já tem todas as manhas de encontrar passagens em promoção, saber as datas mais baratas e escolher um precinho que caiba no bolso, nem que dividido em 500 vezes sem juros no cartão de crédito, né não? E quando aparecer um preço bacana para uma dessas cidades, vai nessa que R$1.000 dá, sim!

1. Conhecer a história da Cidade do México – México

Bora apostar na América Latina! A Cidade do México é uma das maiores cidades do mundo, uma viagem super rica para quem curte turismo urbano. Mas além de todo o caos de uma cidade grande, a capital mexicana também é uma explosão de cultura e história, afinal, as marcas das civilizações pré-colombianas e da colonização espanhola estão por toda a parte. Então, vale começar com um passeio pela Plaza de La Constitución ver a arquitetura e sentir a vibe da cidade. Para conhecer um pouco mais sobre as civilizações Maia e Azteca, conheça as Pirâmides de Teotihuacán (um pouco fora da cidade) e o Museo del Templo Mayor e o Museu Nacional de Antropologia. Seguindo a linha do tempo, faça uma visita aos museus que mostram um pouco mais da colonização espanhola e outros períodos da história do México, como Museu Nacional de História, Museu Memória e Tolerância, Museu Nacional de La Revolución e o Museu de La Ciudad de México. E, claro, uma viagem ao país não pode acabar sem conhecer de perto as obras de Frida Khalo e Diego Rivera. E para repor as energias, nada melhor do que a autêntica comida mexicana, certo?

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$40 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Cidade do México.

Alimentação: R$70 por dia (Mas com o melhor da comida mexicana!)

Transporte: R$5 por dia

2. Podia ser Caribe, mas é Cartagena das Índias – Colômbia

Cartagena

Como falar de Cartagena, que mal conheço e já considero pacas? Vamos lá: quer conhecer um Centro Histórico cheio de marcas belíssimas do passado? Lá tem. Quer saber como é bater perna em uma cidade amuralhada, com séculos de história da colonização espanhola na América Latina? Também tem! Ou prefere uma cidade animada, com bares e gente bebendo e se divertindo pelas ruas. Aham, adivinhou, Cartagena. E se eu te falar que tudo isso fica pertinho daquelas águas caribenhas de mar cristalino, areias branquinhas e um pouquinho do paraíso na Terra? Sim, CARTAGENA DAS ÍNDIAS! Sério, tá fazendo o que que ainda não foi procurar a passagem pra lá?

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: R$40 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Cartagena.

Alimentação: R$50 por dia

Transporte: R$5 por dia

3. A mistura impressionante de Istambul – Turquia

Que tal conhecer a Ásia e a Europa sem nem mesmo trocar de cidade? Essa curiosidade geográfica é um dos pontos fortes de Istambul, na Turquia, dividida pelo Estreito de Bósforo, que separa os lados europeus e asiáticos. Por conta de sua localização estratégica, Istambul foi o foco de várias disputas ao longo dos séculos, o que deixou uma herança visivel por toda a cidade. Com isso, o viajante pode esperar por uma incrível mistura entre o tradicional e o moderno, já que, entre os impressionantes palácios bizantinos, os costumes religiosos e a culinária cheia de sabores e aromas, Istambul também é o lar de uma animadíssima vida noturna. E, claro, sem esquecer da obrigatória visita ao Grande Bazar, um dos maiores e mais antigos mercados cobertos do mundo. Detalhe importante: a Turquia não faz parte da Zona do Euro. Com isso, a moeda local é a Lira Turca, bem mais em conta que outros países do continente.

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$50 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Istambul.

Alimentação: R$60 por dia

Transporte: R$10 por dia

4. Relaxe, muito, na Praia de Pipa – Rio Grande do Norte

Pipa

Se você chegou até aqui já chateado porque tinha pouca praia ou porque essa ideia de passar as férias andando não é a sua vibe, pode tratando de ficar feliz! Na Praia de Pipa, pertinho da capital Natal, você só precisa andar calmamente até as areias, colocar sua canga e alternar entre pegar sol e dar vários mergulhos nas águas claras e mornas do litoral do Rio Grande do Norte. Se bater a disposição, vale um passeio até o Chapadão, uma falésia com vista para o pôr-do-sol de cinema da Praia do Amor, ou conhecer a Praia do Madeiro. Na hora de aproveitar a noite, é só chegar da Avenida dos Golfinhos e fazer a difícil escolha do bar onde você vai continuar relaxando. Pois é, na Praia de Pipa você descobre que a vida pode ser fácil por uns dias, e por menos de R$1.000.

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$40 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Pipa.

Alimentação: R$50 por dia

Transporte: Nadinha! Você pode andar de uma praia incrível para outra \0/

5. Itacaré – Sombra e água fresca na Bahia

Aproveitar as praias do Nordeste nunca é demais, né? Então aqui vai mais uma alternativa, dessa vez na Terra de Todos os Santos. Itacaré fica entre Ilhéus e Salvador, parte da famosa Rota do Cacau. Diferente do que é esperado de boa parte das praias da região, em Itacaré, as falésias e dunas são substituídas pelo clima típico da Mata Atlântica. Já deu para perceber que a palavra de ordem aqui é o Ecoturismo, certo? Então prepare as pernas, os tênis confortáveis e a disposição. Como recompensa, pode esperar por praias incríveis, cachoeiras e todas as delícias do contato com a natureza. Nos dias de preguiça, você também pode aproveitar as praias mais perto do centrinho e levar a sério a expressão “sombra e água fresca”. Já os surfistas não vão querer esquecer a prancha, já que o local é conhecido como um dos points do esporte na Bahia.

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$50 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Itacaré.

Alimentação: R$60 por dia, comendo MUITO bem

Transporte:  Nadinha! Só precisa escolher entre se jogar na praia mais próxima ou fazer alguma das trilhas

6. Arte, história e cachaça em Ouro Preto – Minas Gerais

Ouro Preto

Andar pelas ruas e ladeiras de pedra de Ouro Preto é se sentir em uma viagem ao Brasil dos séculos 17 e 18, com as clássicas fachadas das casas coloniais. Uma das cidades históricas mais preservadas do país, o que lhe valeu o título de Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco, é impossível não ficar impressionado com as marcas de quando Ouro Preto era uma das cidades mais ricas do Brasil, expostas na extravagante decoração da Igreja Nossa Senhora do Pilar e na arte barroca da Igreja São Francisco de Assis. Dar um passeio na vizinha Congonhas para ver de perto os 12 Profetas de Aleijadinho também é imperdível. Entre uma construção histórica e outra, aproveite as feiras de rua, ateliês e alambiques da cidade mineira que esbanja simpatia e animação, que não dura só o Carnaval!

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$40 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Ouro Preto.

Alimentação: R$50 por dia

Transporte: R$6 – Mas só se você quiser conhecer as cidades próximas.

7. Rio de Janeiro: Praias, museus e muita rua!

Rio de Janeiro - Parque Lage

Embora tenha algumas atrações um pouco mais caras, o Rio tem várias opções de programas grátis, então dá para balançar as duas coisas e fazer uma viagem legal. Para começar, você não precisa pagar nada para andar por suas praias e dar um mergulho, o que é sempre bom. E tem muita gente que não lembra, mas nem só de praias é feito o RJ. Um passeio pela Floresta da Tijuca, conhecendo de perto a Mata Atlântica, também não custa nadinha. Fora os vários museus, como o Centro Cultural Banco do Brasil, e, claro, uma andança a pé pelo Centro da Cidade, cheia de prédios e lugares históricos, como o Teatro Municipal, o Paço Imperial, a Cinelândia… Ah, e a noite forte do Rio é nas ruas, o bairro da Lapa que o diga…

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$50 por noite. Aqui está a lista completa de hostels no Rio de Janeiro.

Alimentação: R$65 por dia

Transporte: R$9

8. Conhecendo a gigante São Paulo

São Paulo

Não tem como não considerar uma viagem na maior cidade do Brasil, né? E assim como o Rio, São Paulo tem vários programas grátis legais, como conhecer o famoso Parque do Ibirapuera, se perder na Pinacoteca e ver de perto uma das coleções de obras de arte mais completas do Brasil, e até se sentir um pouco entre China e Japão no Bairro da Liberdade (ótima alternativa para um almoço legal, aliás!). Aí vale guardar dinheiro para outros programas, como conhecer o MASP e, claro, comer uma pizza (sem catchup)!

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$50 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em São Paulo.

Alimentação: R$60 por dia, mas vale gastar um pouco mais, afinal, São Paulo é um dos melhores polos gastronômicos do mundo!

Transporte: R$8

9. Florianópolis é perfeita para esportistas

Florianópolis

Olha, dá para resumir Florianópolis em uma frase: seu apelido é “Ilha da Magia”. Vamos combinar que só isso já desperta a curiosidade, né não? Mas não custa nada lembrar que a cidade é cercada de praias lindas, tem uma lagoa super gostosa e com orla perfeita para tomar uma cervejinha no pôr-do-sol, e bairros bucólicos com a marca da colonização, como Ribeirão da Ilha, que nem parece que tá numa cidade grande. Floripa ainda tem um atrativo extra para os esportistas, já que é cheia de trilhas mata adentro e suas águas são perfeitas para a prática de esportes como surfe e kitesurfe, fora o divertido sandboard. Uma volta no Mercado Central para experidmentar suas famosas ostras completam dias perfeitos na cidade.

Custo$ aproximados de viagem

Hostel: a partir de R$40 por noite. Aqui está a lista completa de hostels em Florianópolis.

Alimentação: R$50 por dia

Transporte: R$9

Partiu!

Pronto! Agora é só pesquisar passagens baratas, juntar a grana e partir! Quando é o próximo feriado mesmo.

📚 Sobre a autora 📚

Lívia Antunes é uma jornalista do Rio de Janeiro que espera passar o resto da vida aprendendo mais sobre o mundo, o que explica sua paixão por viagens, livros, filmes, música e algum tempo perdido em pesquisas aleatórias no Google.

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/9-cidades-para-visitar-com-ate-r1-000/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Carol Guido

Inspire-se

20 Responses to “9 cidades para visitar com até R$1.000”

    • Luna, eu moro no Rio e também não sei hahahaha. Sendo que aqui se para caro pela comida e quase nunca é boa…Ou pelo menos não vale oq se paga :/

  1. Também fui em Natal e gastei um absurdo… tudo muuuuuuito caro…. mas acredito quem Pipa da pra gastar menos e se divertir mais… passei por lá pelo pacote de passeios e fiquei encantada com o lugar… deu vontade de ir outra vez, mas pra ficar só em pipa… bares legais, praia linda, comércio ativo e com bom preço.

  2. Alta estação, tudo fica mais caro, lógico.
    Em Pipa, já fui várias vezes. Na matéria, se fala em hostel apenas, mas as pousadas tem diária média de 150,00. O que sai mais oneroso sao as refeições. Mas na mesma rua (Baia dos Golfinhos) que tem esses $, tem tbm os baratos. É uma rua que só se anda a pé e fica bem próximo à praia.

  3. Esqueceram de colocar no post que pra chegar em Ilha Grande custa caro (pra quem quer chegar rápido). Se vc for por mangaratiba, demorará 1h30 pra chegar na ilha pelo preço de uma passagem de ônibus. Se vc for por Conceição de Jacareí, vc chega em 15min em Ilha Grande, mas dependendo do mês vc pode pagar até 60 reais pra ir e voltar. Fora que, quem é de fora do RJ, além da passagem aérea ou rodoviária, ainda terá que pegar ônibus que também esta na faixa dos 60 reais para ir até a Costa Verde, mas 60 pra voltar. De fato dá pra fazer várias coisas andando, mas é necessário preparo físico. As trilhas são bem ruins, íngremes, estreitas e escorregadias, o que atrasa o percurso.

  4. Carol Guido venha vc conhecer “Boa Esperança MG”, cidade do interior de Minas Gerais, que fica a 285 Klm da grande capital BH.
    Aqui é feito o maior festival da canção do Brasil, aqui é a nascente de todos os lagos de furnas, é feito a mais de 20 anos o maior torneio mundial de Jet Ski, que classifica os melhores para a grande final no havaí.
    Tem uma serra linda, de algumas cachoeiras! Cidade de onde o Compositor Carioca “Lamartine Babo” fez uma linda canção sobre a Serra da boa esperança!
    Fica aí a minha dica!

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.