Stroopwafels, Sinterklaus e Queijo Fedorento – 25 Coisas para fazer na Holanda

Language Specific Image

Os Países Baixos são um pequeno país com muito para oferecer. Fazendo fronteira com a Alemanha, a Bélgica e o Mar do Norte, é predominantemente plano, com 25% do país abaixo do nível do mar, o que o torna o país mais baixo da Europa. Com voos directos para o Aeroporto Schiphol de Amesterdão a partir de 326 destinos e uma fantástica rede de autocarros e comboios, chegar lá também é muito fácil. Um país que tem de tudo, desde óptima comida a museus de classe mundial, grandes cidades e campos tranquilos. Em 2017, foi classificado entre os 20 países mais seguros do mundo pelo Fórum Económico Mundial, o que o torna o destino perfeito para viajantes a solo, casais e todos os outros. Desde provar queijos regionais, comer Stroopwafels e celebrar o Sinterklaus, aqui estão 25 coisas para fazer na Holanda.

1. Explore Groningen

O slogan desta cidade, “Er gaat niets boven Groningen” (nada supera Groningen), não é apenas um aceno para a sua grandeza, mas também para a sua localização física. Situada mesmo no topo do país, a cerca de 2,5 horas de comboio de Amesterdão, Groningen é uma cidade vibrante com uma grande população estudantil (1 em cada 5 habitantes de Groningen é estudante).

Groningen é facilmente acessível numa viagem de um dia a partir de Amesterdão e é possível percorrer a maior parte da cidade num curto espaço de tempo. Comece por explorar os caminhos sinuosos, os lagos e as fontes do Nooderplantsoen (Parque Norte), suba à torre no centro da cidade, faça compras nos mercados de fim de semana na praça principal (Grote Markt) ou tome uma bebida no De Drie Gezusters, o maior bar da Europa com piso giratório.

2. Festejar o Dia de Reis

No dia 27 de abril, o país ganha vida para celebrar o Dia do Rei, sendo esta a melhor altura para o visitar. O dia assinala o nascimento do Rei Willem-Alexander e tanto os holandeses como os turistas enchem as ruas para celebrar. Vista-se de cor de laranja da cabeça aos pés (a cor nacional) e desfrute de pratos cheios de boa comida e muita bebida.

3. Acenar para Sinterklaus

Se visitar a Holanda na primavera/verão não for uma opção para si, não se esqueça de marcar as suas férias de inverno para o dia de Sinterklaas, a 5 de dezembro. Neste dia, os holandeses celebram o início da época festiva, oferecendo presentes uns aos outros e escrevendo poemas. Tradicionalmente, as crianças deixam um sapato na noite anterior e acordam com um presente na manhã seguinte. Visitar os Países Baixos no dia 5 de dezembro é a oportunidade perfeita para ver Sinterklaas (ou São Nicolau) a andar de trenó acompanhado por cantores de canções de Natal e crianças entusiasmadas – até o maior dos Scrooge se sentirá festivo. Não deixe de provar também os tradicionais biscoitos de gengibre pepernoten, os biscoitos fortemente condimentados são deliciosos e incrivelmente mouriscos.

4. Comer Stroopwafels

Pode pensar que já provou stroopwafels antes, mas não os provou realmente até os ter provado nos Países Baixos. Esta delícia circular de bolacha/caramelo teve origem em Gouda e é agora internacionalmente conhecida. Para ter a experiência completa e autêntica do Stroopwafel, coloque um sobre a sua chávena de chá ou café durante alguns minutos antes de o comer. O calor terá amolecido o caramelo, tornando o centro pegajoso. Não se esqueça de meter o maior número possível de pacotes nos seus sacos para levar para casa..

5. Pedalar pelo campo

Com mais bicicletas do que pessoas e 35.000 km de pistas para ciclistas, será que já esteve nos Países Baixos se não tiver andado de bicicleta? Existem lojas de aluguer de bicicletas em todas as cidades, mas se andar de bicicleta entre os trabalhadores, os cruzamentos movimentados e os veículos da cidade for um pouco intimidante, considere dar um passeio por algumas das belas zonas rurais holandesas.
As ciclovias de todo o país estão construídas numa grelha de aproximadamente 50 circuitos numerados. Pegue num mapa (ou descarregue um gratuitamente online) e personalize o percurso ideal para a sua localização e duração desejada.

Things to do in Holland - Cycling

6. Fazer uma viagem de comboio

As viagens de comboio nos Países Baixos são incrivelmente fiáveis e convenientes, desde o momento em que voa para o aeroporto de Schiphol e pode embarcar num comboio 30 segundos após a recolha da bagagem. Devido ao seu tamanho compacto, pode facilmente escolher uma cidade como base e explorar vários destinos como viagens de um dia para evitar carregar a sua bagagem ou fazer check-in e check-out em albergues.

Experimente combinar Gouda e Delft ou Roterdão e Haia e desfrute de uma viagem eficiente e confortável, enquanto aprecia a pitoresca paisagem holandesa repleta de tulipas durante o percurso.

Melhor dica: Procure as ofertas nos supermercados Albert Hein, pois algumas vezes por ano os passes de comboio ilimitados para todo o dia são vendidos com desconto.

7. Visitar a Casa de Anne Frank

O seu nome e diário são reconhecidos mundialmente, mas para compreender verdadeiramente o mundo de Anne Frank e a história da sua família é preciso visitar a casa onde ela se escondeu durante dois anos. Situada em Amesterdão, a visita é absolutamente obrigatória para compreender a dimensão e a intensidade da situação no país e na Europa durante a Segunda Guerra Mundial. Mesmo que não tenha lido o livro, os artefactos e as histórias contadas na casa/museu vão deixá-lo sem fôlego.

Para aproveitar ao máximo o seu dia em Amesterdão e evitar as longas filas de espera, reserve um lugar online com antecedência e dirija-se à porta quando for a sua vez de entrar.

8. Participe numa excursão a pé

Uma óptima maneira de poupar dinheiro é procurar uma excursão a pé. Os Países Baixos são ricos em história e têm muitos edifícios interessantes para serem explorados, e fazer uma visita guiada dá-lhe uma melhor compreensão das histórias por detrás deles. As excursões a pé são a melhor forma de descobrir uma nova cidade e de se orientar sobre a forma como tudo se encaixa, especialmente se tiver pouco tempo. Existem visitas guiadas gratuitas em Amesterdão, Haarlem, Delft, Leiden, Roterdão e Haia, para citar alguns exemplos. Consulte a Internet antes da sua visita para saber qual o ponto de encontro e os horários exactos para o dia da sua visita.

9. Faça um passeio pelo canal

Não reservados apenas para Amesterdão, os passeios pelos canais são uma forma fantástica de ver a cidade de uma perspetiva diferente. Os Países Baixos situam-se abaixo do nível do mar e, ao fazer uma excursão pelos canais, pode aprender muito sobre as suas infra-estruturas e a fascinante engenharia que impediu as cidades holandesas de serem inundadas durante tantos anos.

Obtenha o melhor dos dois mundos comprando um bilhete hop on hop off em Amesterdão e desfrute de um cruzeiro pelo canal ao longo do dia enquanto viaja entre os principais pontos turísticos da cidade.

Things to do in the Netherlands

10. Divirta-se nos campos de tulipas

Um dos símbolos mais emblemáticos da Holanda são as tulipas. Visite em abril para ver os campos de tulipas em toda a sua glória de cores do arco-íris. As tulipas podem ser encontradas a crescer naturalmente em muitos distritos do país, mas o Jardim Keukenhof é a maior exposição de flores do mundo. Com mais de 7 milhões de tulipas em mais de 500 variedades, é um espetáculo a não perder. Pode chegar aqui de bicicleta a partir de Amesterdão ou Haia (2 horas) ou Leiden (1 hora), ou se tiver um carro, é uma viagem fácil de 40 minutos a partir de Amesterdão. Por isso, tire fotografias e capte a beleza de cortar a respiração desta flor holandesa.

11. Subir dentro de um moinho de vento

Tropece nos imponentes moinhos de vento (tão holandeses quanto tamancos) enquanto anda de bicicleta pelo campo. Zaanse Schans é uma aldeia holandesa cheia de casas de madeira tradicionais, uma padaria e 5 moinhos de vento em funcionamento. Situada a 1 hora de bicicleta de Amesterdão ou Haarlem, é uma viagem pitoresca de um dia e uma amostra da cultura tradicional holandesa. Apesar de historicamente ser uma zona industrial, a aldeia é agora principalmente destinada a turistas, com lojas de recordações, museus e oficinas que oferecem uma visão de como as coisas funcionavam nos séculos XVIII e XIX.

12. Explore uma ilha escondida

Os Países Baixos não são conhecidos principalmente pelas suas praias, mas isso não significa que não valha a pena visitá-las. No extremo norte do país (sim, mesmo acima de Groningen), a ilha de Schiermonnikoog é um lugar místico. O parque nacional na província de Friesland tem uma população de menos de 1000 pessoas e é um refúgio perfeito para quem gosta de paz, sossego e espaços abertos. A ilha é uma mistura de prados, riachos, praias e dunas de areia e é melhor explorada de bicicleta ou a pé.

13. Puxar canecas na Cervejaria Heineken

Puxe uma caneca da cerveja mais popular do mundo. A fábrica da Heineken, sediada em Amesterdão, abriu em 2001 para dar aos visitantes a oportunidade de conhecer os bastidores da famosa fábrica de cerveja. Explore a fábrica de cerveja, ouça a história, veja anúncios antigos e tente obter a cabeça (de cerveja) perfeita, antes de desfrutar de uma cerveja de cortesia no bar.

14. Patinar no gelo

Conheça os seus amigos do hostel levando-os a patinar no gelo – é uma óptima maneira de quebrar o gelo! Quando os lagos e canais congelam, as crianças e os adultos pegam nos seus patins e vão para o gelo. Arranje uns patins em segunda mão numa loja de caridade local ou alugue-os em algumas das maiores cidades. Em Amesterdão, mesmo quando não está suficientemente frio para que a água congele, há uma grande pista de gelo para desfrutar na praça em frente ao Museu Van Gogh.

Things to do in The Netherlands

15. Estar em 3 países ao mesmo tempo

Sim, é verdade! Het Drielandenpunt, “O Ponto Triplo”, no extremo sul dos Países Baixos, é um local onde se cruzam três fronteiras (Alemanha, Países Baixos e Bélgica). Este é o ponto mais alto dos Países Baixos e oferece vistas maravilhosas sobre o campo. Se estiver hospedado em Maastricht, fica a 2 horas de bicicleta em cada sentido, o que significa que pode fazer uma visita de um dia. Há um labirinto para explorar e um restaurante para comer alguma coisa. Mas, acima de tudo, é muito fixe dizer que se está em três países ao mesmo tempo!

16. Ter um dia noturno no museu

A Holanda tem uma história vibrante no que diz respeito à arte e à cultura, e os numerosos museus espalhados pelo país são prova disso. Dependendo do seu gosto e das cidades que visitar, é garantido que encontrará algo que se adeqúe aos seus interesses. Amesterdão alberga a maior coleção de criações de Vincent van Gogh do mundo (Museu Van Gogh), Utrecht tem um fascinante museu dos caminhos-de-ferro, o Museu ao Ar Livre em Arnhem é um parque de 44 hectares com casas de toda a história holandesa e, claro, o famoso Museu do Sexo em Amesterdão, que é uma visita divertida, mas talvez não seja para fazer com os “alugados”..

17. Procurar justiça em Haia

A capital original dos Países Baixos e apelidada de “Cidade Internacional da Paz e da Justiça”, Den Haag (Haia) tem um ar único de elegância que a distingue das outras. Os edifícios são grandiosos, as ruas são largas e ladeadas de árvores e a atmosfera é de importância e sofisticação. Sede do Tribunal Internacional de Justiça das Nações Unidas, da família real holandesa e de muitas embaixadas e mansões estrangeiras, Haia é um local fascinante para uma dose saudável de cultura.

18. Passear em Amesterdão

Como já foi referido noutras partes da lista, nenhuma viagem aos Países Baixos está completa sem visitar Amesterdão. Uma cidade onde nunca se pode aborrecer; passear ao longo dos canais panorâmicos, explorar alguns dos 100 museus e galerias, dar um passeio pelo infame bairro da luz vermelha ou posar junto ao enorme letreiro de Amesterdão. Já para não falar da animada vida nocturna, que recebe grupos de toda a Europa prontos para uma noite louca. Se as noites selvagens não são a sua praia, não tema, a cidade está repleta de bares e restaurantes acolhedores, por isso há algo para todos.

Amesterdão tem boas ligações a toda a Holanda e é bastante central, o que a torna a base perfeita para viagens de um dia a muitos dos outros pontos turísticos da lista.

19. Comer Gouda em Gouda

Things to do in The Netherlands

Diz QUEIJO. A sério, o queijo dos Países Baixos é TÃO BOM que deram o nome dele a uma cidade inteira! Estou a brincar… a cidade veio primeiro, mas o queijo é bom. Uma viagem de um dia ao mercado de queijo de Gouda (quintas-feiras de manhã, de abril a agosto) é como dar um passo atrás no tempo. O mercado ainda honra muitas das antigas tradições da cidade, como quando o queijo era transportado em carroças e vendido através de trocas e negociações. Mesmo que não possa programar a sua visita para ver o mercado, há ainda uma abundância de lojas de queijo, muitas oferecendo amostras grátis para provar, e o Goudse Waag (museu do queijo) que está aberto durante todo o ano.

20. Celebrar a Parada do Orgulho

Os Países Baixos foram o primeiro país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A cultura aberta e de aceitação do povo holandês faz com que as celebrações do Orgulho sejam um acontecimento obrigatório se visitar o país no início de agosto (as datas variam todos os anos). O evento é um dos maiores do calendário do Orgulho em todo o mundo e há uma semana de eventos para participar. À verdadeira moda de Amesterdão, o desfile do Orgulho acontece na água, com 80 barcos de canal decorados com bandeiras do arco-íris a serpentear pelas ruas e multidões alinhadas na água de ambos os lados para os aplaudir. A festa continua depois do desfile por toda a cidade e até altas horas da noite.

21. Faça compras nos mercados de Natal

Tal como o seu vizinho alemão, os Países Baixos ganham vida durante a época festiva. Os mercados de Natal surgem nas praças das cidades, as luzes das lojas brilham nas montras e as árvores de Natal iluminam as ruas. Em Maastricht, as festividades duram um mês inteiro, a praça Vrijthof enche-se de bancas que vendem comida local e artigos artesanais e há também uma pista de gelo e uma roda gigante para passear.

22. Desfrutar das vistas dos telhados

Sssh, este é o segredo mais bem guardado de Amesterdão. Dirija-se ao último andar da Biblioteca Central de Amesterdão para ter uma vista panorâmica da cidade. Se o tempo permitir, há também um café lá em cima para desfrutar de um café e de uma tradicional tarte de maçã holandesa. A Biblioteca está aberta aos visitantes, por isso, se for um leitor de livros e a viagem o levar a procurar um dia mais calmo, também pode encontrar um canto do fascinante edifício e enrolar-se com a sua leitura favorita durante algumas horas.

23. Ver o país em miniatura

Em Den Haag (apenas a 40 minutos de carro de Amesterdão) encontra-se o fascinante mundo de Madurodam. Este parque apresenta réplicas detalhadas à escala das cidades e edifícios holandeses. Pode viajar no comboio através do tempo, vendo como o país era em vários momentos da história, explorar Amesterdão em miniatura ou maravilhar-se com os intrincados modelos dos aviões em mini-Schiphol!

24. Piquenique no parque

Num país que se distingue por belos parques, queijos requintados e pão fresco, por que não combinar os três e passar um dia descontraído e económico num dos maravilhosos parques dos Países Baixos? Poupe dinheiro comprando antecipadamente os produtos num supermercado local e preparando as sanduíches na cozinha do seu hostel na noite anterior. Quer seja o Roel Langerakpark em Roterdão, o Westduinpark (junto à praia) em Haia ou o Stadspark Maastricht, há um local perfeito para um piquenique à sua porta, independentemente da sua localização no país.

25. Emocione-se no Walibi Holland

Para os mais aventureiros, dirija-se ao Walibi Holland (anteriormente conhecido como Six Flags) para um dia de montanhas-russas e atracções no maior parque de diversões do país. Viaje de 0 a 90 km em 3 segundos na Xpress, voe no ar na Lost Gravity ou dê 5 voltas na Condor.

Comece sua aventura na Holanda aqui

Get the App. QRGet the App.
Get the App. QR  Get the App.
Rolar para o topo